últimas notícias
Bolsonaro bem que tentou que houvesse uma intervenção do PSL na cidade de São Paulo para retirar a candidatura de Joice Hasselmann para a prefeitura
Bolsonaro bem que tentou que houvesse uma intervenção do PSL na cidade de São Paulo para retirar a candidatura de Joice Hasselmann para a prefeitura
Foto: Marcos Corrêa/PR

Intervenção do presidente

O Guri do Planalto informa tudo que acontece Direto de Brasília

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) bem que tentou que houvesse uma intervenção do PSL na cidade de São Paulo para retirar a candidatura de Joice Hasselmann para a prefeitura e tentar emplacar o deputado estadual Gil Diniz como candidato à vice-prefeito de Celso Russomano. Bolsonaro não teve sucesso nessa tentativa muito em razão da bancada paulista do PSL que não quer sua volta de jeito nenhum. “Mais um fracasso do presidente” resumiu um membro da diretoria estadual do PSL em São Paulo. Vale lembrar que Gil Diniz já foi expulso do partido pela direção estadual do PSL mas continua tentando interferir em decisões partidárias.

Cartão vermelho.
Foi por muito pouco que nesta semana o ministro Paulo Guedes não deixou o governo nessa semana, o presidente Bolsonaro ficou extremamente irritado com secretários de Guedes que estavam vazando para a imprensa detalhes do programa social “Renda Brasil” sem antes discutir com o presidente. “Cuida da sua equipe” teria dito Bolsonaro para Guedes. O cartão vermelho ainda não foi dado, mas Guedes já está com um amarelo.

Reforma Tributária.
Nesta semana a Frente Nacional de Prefeitos - FNP declarou apoio à proposta de Reforma Tributária “Simplifica Já” apresentada pelo senador Major Olimpio (PSL-SP). Antes, os sete prefeitos do Grande ABC já haviam enviado uma carta ao Congresso Nacional defendendo a proposta apresentada pelo Major Olimpio. Segundo os prefeitos o Simplifica já é “uma proposta de reforma tributária simples e imediata, pois contribui para a retomada rápida e segura do crescimento econômico.”

Surpresa.
Causou surpresa a reunião entre a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) e o ministro da Educação, Milton Ribeiro, nem os aliados do governo, nem os de Tabata conseguiram entender essa aproximação. Segundo a deputada, ela foi ao ministro pedir que sejam tomadas todas as medidas de segurança necessárias para a reabertura das escolas.

Meio ambiente.
Em meio às notícias de queimadas e desmatamentos dos biomas brasileiros, deputados querem votar na próxima semana uma pauta ambientalista que dê um recado para a população brasileira e também para o mercado internacional. Entre as propostas, está o Projeto de Lei 3337/19, do deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP), que é coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista. A proposta é aumentar a pena para diversos crimes previstos na Lei de Crimes Ambientais para coibir o desmatamento ilegal.

"Só me resta dizer ao Bolsonaro que ele não está em condições de exigir absolutamente nada, principalmente de um partido que ele saiu pela porta dos fundos. No PSL, ficaram aqueles que acreditaram no partido. Aos que chutaram e tentaram dizimar o PSL, só lhes restam seguir por uma outra estrada"
Deputado federal Junior Bozzella sobre a tentativa do Bolsonaro de intervir no diretório municipal do PSL em São Paulo e retirar a candidatura de Joice.

Comentários

Tops da Gazeta