últimas notícias
O desembargador Kassio Nunes Marques, indicado por Bolsonaro para uma vaga no STF
O desembargador Kassio Nunes Marques, indicado por Bolsonaro para uma vaga no STF
Foto: Divulgação

Novo ministro do STF

O Guri do Planalto informa tudo que acontece Direto de Brasília

Causou surpresa e decepção para aliados de Bolsonaro a indicação do desembargador do TRF1, Kassio Nunes, para a vaga de ministro na Suprema Corte brasileira. Eles lembram que o presidente havia prometido uma indicação “conservadora”, o que não ocorreu. Criticam ainda o fato de Kassio ter sido nomeado para o TRF1 pela ex-presidente Dilma Rousseff, e sua mulher ter trabalhado com petistas no Senado Federal. A verdade é que a indicação foi bancada pelos novos aliados de Bolsonaro, os parlamentares do “centrão” e também teve o apoio de Flavio Bolsonaro, que em breve deverá ter seus casos, que hoje estão sob investigação, julgados no STF.

Delongas.
O adiamento da sessão do Congresso, que analisaria o veto à desoneração da folha, agora é hexa. A sessão já foi adiada seis vezes e cogita-se que a postergação não termina por aqui. “6,5 milhões de empregados em 17 setores querem acreditar na boa vontade para manutenção da desoneração da folha, mas a coisa só piora”, destacou o líder do PSL no Senado, Major Olimpio, que acusa o governo de não ter proposta e empurrar a questão com a barriga.

Críticas.
É difícil desagradar a todos, mas desta vez, a direita e a esquerda reprovaram a proposta do Renda Cidadã. Parlamentares taxaram como absurda o projeto que retira recursos do Fundeb para investir no programa social. Bastidores dão conta que Bolsonaro já entendeu que a fórmula da popularidade, seguida por Lula, é votar os projetos para os mais pobres.

Dança das cadeiras.
Tem ministro de olho na Secretaria de Governo. A falta de articulação de Luiz Eduardo Ramos anda desagradando.

Passado.
A eleição municipal de SP anda criteriosa. Eleitores estão resgatando fotos de candidatos tidos como de direita com o ex-presidente Lula.

Maus-tratos.
Depois de dizer que faria uma enquete sobre pena a maus-tratos de animais, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que endurece a punição. A primeira-dama fez parte do ‘lobby’ dos defensores dos animais.

Depoimento.
O deputado Eduardo Bolsonaro prestou depoimento à Polícia Federal sobre atos antidemocráticos. Há quem diga que ele tenha chegado com a moral lá no alto, mas saiu um tanto quanto pra baixo.

"Todo mundo aqui ao longo de 14 anos de PT teve alguma ligação. Não é por isso que o cara é comunista"
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao defender seu novo indicado ao STF.

Comentários

Tops da Gazeta