últimas notícias
De acordo com o documento, a Amazônia tem o risco de se transformar de floresta tropical em uma savana com o aumento da devastação
De acordo com o documento, a Amazônia tem o risco de se transformar de floresta tropical em uma savana com o aumento da devastação
Foto: Vinícius Mendonça/Ibama

Ministério da Defesa prorroga atuação das Forças Armadas na Amazônia Legal

Medida foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira; operação realiza ações na faixa de fronteira, nas terras indígenas e nas unidades federais de conservação ambiental

O emprego das Forças Armadas na Operação Verde Brasil 2, que auxilia em ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais praticados na Amazônia Legal, foi prorrogado até 30 de abril de 2021 pelo Ministério da Defesa. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

A região da Amazônia Legal é abrangida pelo Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e parte dos estados de Mato Grosso, do Tocantins e do Maranhão. Coordenada pela Vice-Presidência da República, em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública, a operação realiza ações na faixa de fronteira, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e em outras áreas da região.

Ela é apoiada pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência e Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia.

Comentários

Tops da Gazeta