últimas notícias
A vítima começou a ser espancada após um desentendimento com uma funcionária do estabelecimento, segundo a Brigada Militar
A vítima começou a ser espancada após um desentendimento com uma funcionária do estabelecimento, segundo a Brigada Militar
Foto: Reprodução

Homem negro é espancado até a morte em supermercado de Porto Alegre

Vítima de 40 anos foi espancada em uma unidade do supermercado Carrefour; empresa disse que lamenta o ocorrido e dará o suporte necessário para a família

Na noite desta quinta-feira, um homem negro foi espancado e morto por dois homens brancos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido em uma unidade do supermercado Carrefour.

Os dois homens suspeitos, de 24 e 30 anos, foram presos em flagrante. Um dos detidos é policial militar, por isso, foi encaminhado para um presídio militar. O segundo suspeito é segurança da loja e foi levado para um prédio da Polícia Civil.

De acordo com a Brigada Militar, a vítima começou a ser espancada após um desentendimento com uma funcionária do estabelecimento. Ele teria ameaçado bater na funcionária, que chamou a segurança.

Em nota, o Carrefour disse que lamenta o ocorrido e entrará em contato com a família de João para dar o suporte necessário.

“O Carrefour lamenta profundamente o caso. Ao tomar conhecimento deste inexplicável episódio, iniciamos uma rigorosa apuração interna e, imediatamente, tomamos as providências cabíveis para que os responsáveis sejam punidos legalmente. Para nós, nenhum tipo de violência e intolerância é admissível, e não aceitamos que situações como estas aconteçam. Estamos profundamente consternados com tudo que aconteceu e acompanharemos os desdobramentos do caso, oferecendo todo suporte para as autoridades locais”, diz a nota.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Porto Alegre está tratando o crime como homicídio qualificado.

Morte no local

Segundo a Polícia Civil, Freitas foi levado para a área de caixa e iniciou a briga após dar um soco no policial. Em seguida, ele foi surrado.

Um vídeo da agressão está circulando nas redes sociais desde o final da noite de quinta-feira. As imagens serão analisadas pela polícia.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tentou reanimar o homem após ser espancada, mas ele morreu no local.

Comentários

Tops da Gazeta