últimas notícias
Parte do dinheiro ficou espalhada pelas ruas do município e os criminosos fugiram após o crime
Parte do dinheiro ficou espalhada pelas ruas do município e os criminosos fugiram após o crime
Foto: Fernando Ribeiro/Futura Press/Folhapress

Quadrilha assalta banco, faz reféns e provoca incêndios em Criciúma

Parte do dinheiro roubado foi abandonada pelas ruas da cidade e os criminosos fugiram; quatro foram presos pelo furto das cédulas abandonadas

No início da madrugada desta terça-feira (1º), uma quadrilha sitiou o centro de Criciúma, no sul de Santa Catarina, para assaltar um banco. O grupo invadiu a tesouraria regional do Banco do Brasil, provocou incêndios, bloqueou ruas e acessos à cidade, usou reféns como escudos e atirou várias vezes. Um policial militar e um vigilante ficaram feridos. Ninguém morreu. O assalto já é considerado o maior do tipo na história do estado.

"Já começamos o trabalho de investigação para afirmar que é o maior roubo em proporções em Santa Catarina", disse o delegado Anselmo Cruz, da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais). "A mobilização dos criminosos nesta madrugada é algo inédito no estado, pelo tamanho da ação."

De acordo com a Polícia Militar (PM), a quadrilha incendiou um túnel na cidade de Tubarão para tentar impedir que reforços chegassem até o local da ação. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um caminhão com placa de Dumont, cidade no interior de São Paulo, foi atravessado no túnel, na BR-101, e incendiado.

Parte do dinheiro ficou espalhada pelas ruas do município e os criminosos fugiram. Não havia informações sobre a quantidade levada e abandonada pela quadrilha até as 7h30.

"Nós acreditamos, sim, que o valor levado é bastante grande, pelos vídeos que circulam nas redes sociais aqui, onde teria uma enorme quantidade de dinheiro na caçamba de uma caminhonete", afirmou o delegado Vitor Bianco à “TV Globo”.

Foram encontrados 10 carros utilizados pelos criminosos. Os automóveis estavam em um milharal em Nova Veneza, cidade próxima a Criciúma, e eram de "alta potência e grande valor comercial", de acordo com o delegado Vitor Bianco.

Detidos

Quatro homens foram presos pelo furto das cédulas abandonadas pela quadrilha. De acordo com a Polícia Civil, o quarteto foi encontrado em um apartamento com mais de R$ 810 mil dentro de duas malas. Os quatro deverão ser encaminhados ao Presídio Regional.

Além disso, a polícia encontrou cerca de R$ 300 mil pelas ruas da cidade.

Veja vídeos:

 

 

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta