últimas notícias
João Doria (PSDB) é governador de São Paulo
João Doria (PSDB) é governador de São Paulo
Foto: Divulgação/Governo de SP

Célio Egidio: João Doria entra na corrida presidencial

Governador deverá apresentar um carisma que não possui para superar rejeição entre funcionários públicos, setor da segurança e eleitores do Norte e Nordeste

O governador João Doria Júnior saiu vencedor das prévias do PSDB para a cadeira presidencial em 2022. Sob uma votação tumultuada, ele será o nome do tucanato para a cadeira ocupada por Jair Bolsonaro (PL).

De curta carreira política, Doria era conhecido até 2015 como apresentador de programas de TV. Em 2016 assumiu a Prefeitura de SP, permanecendo somente 15 meses no cargo. Em seguida alçou outro voo, foi candidato ao governo do Estado, e novamente saiu vitorioso. Adotou o título de gestor, agradando parcela do eleitorado tanto na vitória municipal, quanto no Palácio dos Bandeirantes.

Com um perfil liberal, trouxe o empresariado para dentro da administração pública proporcionado várias parcerias. Criticado por algumas privatizações, impedido por vários grupos de realizar outras, o representante tucano deverá apresentar um carisma que não possui, vide que há forte rejeição ao seu nome no seio do funcionalismo público estadual, pois alegam que Doria não os valorizou.

No setor da segurança pública, segue da mesma forma. Mesmo apontando bons indicadores de prisões, apreensões e queda nos índices criminais, Doria não ofertou qualquer reajuste salarial à categoria, que hoje figuram como o pior do país e estão insatisfeitos.

Com tais antagonismos, tentar subir a rampa será pedregoso. Outro obstáculo nos planos de João Doria é a sua posição no Norte e Nordeste, região em que é desconhecido. Reza outro problema para o projeto do tucanato, o PSDB não ganha uma eleição presidencial desde 2002, quase 20 anos, e possui grandes rachas internos, um deles com o próprio governador Eduardo Leite (PSDB-RS).

Doria já acenou alianças com o ex-juiz Sérgio Moro e outros candidatos do centro. Talvez seja o caminho adequado. Em suma, o eleitor ganhou mais uma opção nesse tabuleiro eleitoral, que vença o melhor para o país.

Comentários

Tops da Gazeta