últimas notícias

Quarentena é reduzida para 5 dias na Inglaterra

A Inglaterra anunciou que vai reduzir para cinco dias o tempo da quarentena mínima para as pessoas que estão com Covid-19, uma medida semelhante à tomada pelos Estados Unidos e pelo Brasil recentemente. A partir da próxima segunda-feira (17), quem tiver a doença poderá abandonar o isolamento se apresentar dois resultados negativos consecutivos -um no quinto dia e outro no início do sexto.

Até agora, o período recomendado era de até dez dias, com a possibilidade de reduzi-lo para sete apresentando um teste negativo.

Devido ao absenteísmo em massa de profissionais infectados que trabalham em setores-chave como saúde, educação e transporte, o governo de Boris Johnson tem pressionado pela redução do período de isolamento para cinco dias, como já foi feito pelos Estados Unidos.

O ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, disse ao parlamento nesta quinta-feira (13) que a redução da quarentena será feita para "minimizar" o impacto das ausências trabalhistas na economia.

Citando dados da agência britânica de segurança sanitária UKHSA, Javid defendeu que "cerca de dois terços dos casos positivos deixam de ser transmissíveis no final do quinto dia".

"Revisamos o período de isolamento para os casos positivos, para garantir que as medidas estabelecidas maximizem a atividade econômica e educativa e também minimizem o risco de que as pessoas contagiosas abandonem a quarentena", anunciou aos deputados. (FP)

Tops da Gazeta