X

PAGAMENTO DE BENEFÍCIO

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago na próxima segunda-feira

Os pagamentos vão até o dia 24, conforme o final do NIS (Número de Identificação Social)

CRISTIANE GERCINA - FOLHAPRESS

Publicado em 08/02/2023 às 09:24

Atualizado em 08/02/2023 às 09:27

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Auxílio Brasil / Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Beneficiários do Auxílio Brasil -que passará a se chamar Bolsa Família-- começam a receber os R$ 600 referentes a fevereiro a partir desta segunda-feira (13). Os pagamentos vão até o dia 24, conforme o final do NIS (Número de Identificação Social).

Neste mês, por causa do Carnaval, haverá interrupção dos depósitos por quatro dias seguidos -sábado (18), domingo (19), segunda (20) e terça (21). A liberação dos valores será retomada na Quarta-Feira de Cinzas (22), quando o expediente bancário terá início a partir do meio-dia na maioria das cidades do pais.

Parte dos cidadãos também receberá o Auxílio Gás, pago a cada dois meses pelo governo federal. O valor ainda será informado pelo governo.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome ainda não divulgou o total de famílias que vão receber o benefício neste mês.

Em dezembro, último dado disponível, o Auxílio Gás no valor de R$ 112 foi pago a 5,95 milhões de pessoas, em um repasse total de R$ 667,2 milhões. O programa de transferência de renda chegou a 21,6 milhões de famílias, em um investimento de R$ 13 bilhões. 

Medida provisória publicada em 2 de janeiro deste ano garante o valor de R$ 600, que seria pago somente até dezembro de 2022. O vale-gás será de 100% do preço médio do botijão apurado pela ANP (Agência Nacional de Gás, Petróleo e Biocombustíveis) nos últimos seis meses.

COMO SABER QUANDO IRÁ RECEBER O AUXÍLIO DE R$ 600 

O pagamento do benefício ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês. A liberação, segundo o ministério, ocorre conforme o final do NIS. O pagamento é feito primeiramente aos beneficiários com NIS de final 1. Quem tem final zero recebe no último dia do prazo.

O cidadão, no entanto, pode sacar o benefício em até 120 dias depois da liberação dos valores.

ADICIONAL DE R$ 150 DEVERÁ SER PAGO EM MARÇO

O acréscimo de R$ 150 por família com crianças de até seis anos começa de idade deve começar a ser pago apenas no mês que vem, conforme anunciou o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, em meados de janeiro.

Além disso, a pasta deve fazer atualização do CadÚnico (Cadastro Único) e implantar a busca ativa para identificar famílias que se enquadram nas regras para receber o benefício. Atualmente, segundo o Desenvolvimento Social, há 40,7 milhões de famílias inscritas no cadastro.

"A atualização do cadastro vai permitir com segurança o desligamento de quem recebe o Bolsa Família sem preencher os requisitos, pessoas que foram induzidas ao cadastramento pelo governo anterior", disse o ministro.

QUEM TEM DIREITO AO AUXÍLIO BRASIL 

Os cidadãos que fazem parte de famílias:

Em extrema pobreza, com renda de até R$ 105 por pessoa da família (per capita) Em situação de pobreza, com renda entre R$ 105,01 e R$ 210 por pessoa da família (per capita) Em regra de emancipação, que é quando o beneficiário conquista um emprego formal, mas segue com direito de receber o benefício se a renda por pessoa da família for de até R$ 525  Para receber, no entanto, é preciso estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único). É necessário realizar uma pré-inscrição pelo site ou aplicativo e, depois, confirmar os dados nos Cras (Centro de Referência da Assistência Social) das prefeituras. O prazo para confirmação é de até 120 dias.

Como é o feito o pagamento do benefício Os cidadãos recebem os R$ 600 por saque nos caixas eletrônicos, nos correspondentes Caixa Aqui e nas lotéricas. Para sacar nos correspondentes e nas lotéricas, é necessário apresentar um documento de identificação e o cartão do benefício. Os valores também podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem.

CAIXA QUER CARTÃO DE DÉBITO PARA O BOLSA FAMÍLIA 

A Caixa Econômica Federal e o governo preparam a substituição dos cartões de pagamento do benefício para que todos tenham acesso à função débito. A informação foi dada pela presidente do banco, Maria Rita Serrano, em evento na manhã desta terça-feira (7), em cerimônia de abertura da reunião de gestores da rede de atendimento da Caixa.

"Estamos intensificando as parcerias com o governo federal. Por exemplo, o novo cartão do Bolsa Família e os demais benefícios terão a função de ser um cartão de débito", disse Maria Rita.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Parabéns Bertioga

Aniversário de Bertioga, neste fim de semana, terá show de Fábio Jr; veja programação

A entrada é gratuita, sendo opcional a doação de 1 kg de alimentos não perecíveis

Copa no Brasil

Brasil vence eleição e vai ser sede da Copa do Mundo de futebol feminino

País recebe o campeonato em 2027; eleição aconteceu durante o 74º Congresso da Fifa, em Bangcoc, na Tailândia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter