X

Política

Bolsonaro é intimado a prestar depoimento sobre atos golpistas pela PF

No último dia 8 de fevereiro investigadores deflagraram a operação Tempus Veritatis para apurar o caso

Folhapress

Publicado em 19/02/2024 às 14:14

Atualizado em 19/02/2024 às 14:48

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Bolsonaro foi obrigado a entregar seu passaporte / Tânia Rêgo/ Agência Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi intimado pela Polícia Federal a prestar depoimento na próxima quinta-feira (22).

Faça parte do grupo do Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Bolsonaro é alvo de investigação da PF que apura a tentativa de um golpe de estado para mantê-lo no poder, mesmo com a eleição do presidente Lula (PT).

No último dia 8 de fevereiro investigadores deflagraram a operação Tempus Veritatis para apurar o caso.

Na ocasião, agentes prenderam ex-assessores do ex-presidente e cumpriram mandados de busca e apreensão contra ex-ministros.

Bolsonaro foi obrigado a entregar seu passaporte.

O ex-presidente já foi condenado pelo TSE por ataques e mentiras sobre o sistema eleitoral e é alvo de diferentes outras investigações no STF (Supremo Tribunal Federal). Neste momento, ele está inelegível ao menos até 2030.

A principal estratégia de confronto do presidente, Ao longo de seu mandato, foi a de questionar a segurança das urnas eletrônicas, sistema usado desde 1996 que é considerado eficiente e confiável por autoridades e especialistas no país.

Ele nunca apresentou provas ou indícios para questionar as urnas, mas repetiu o discurso golpista, visto como uma tentativa de esconder problemas do governo, a alta reprovação e as pesquisas que o colocam atrás do hoje presidente Lula.

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mistério

Adolescente de 15 anos suspeito de triplo homicídio é encontrado morto

Principal suspeito de matar uma família na cidade vizinha de Agudos desapareceu logo após a descoberta dos corpos

Licitação

Prefeitura de Cafelândia abre licitação de R$ 611 mil para pavimentação.

Critério de julgamento será de menor preço global; Abertura da sessão pública será dia 17 de junho, às 9h

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter