X

Saidinhas

Congresso rejeita veto de Lula e proíbe 'saidinhas' de presos

Lula tentou manter uma lista mais ampla de possibilidades para as saídas temporárias

Diogo Mesquita

Publicado em 28/05/2024 às 20:48

Atualizado em 28/05/2024 às 20:51

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O Congresso Nacional rejeitou o veto presidencial que proibia saídas temporárias de presos do regime semiaberto / Zeca Ribeiro / Câmera dos Deputado

O Congresso Nacional rejeitou o veto presidencial que proibia saídas temporárias de presos do regime semiaberto. Com a decisão, as saídas, inclusive para visita à família e participação em atividades que facilitam a reintegração social, permanecem proibidas.

O que diz quem é contra a decisão

O deputado Chico Alencar (Psol-RJ) criticou a medida, argumentando que reflete um conservadorismo exacerbado no Congresso. Ele destacou que, dos 835 mil presos no Brasil, 182 mil têm direito às saídas temporárias, enfatizando que a proibição total não é uma abordagem racional.

O Deputado Federal Guilherme Derrite, do PL, comemorou o resultado da votação. Veja o vídeo:

O que diz quem é favorável a decisão

Por outro lado, o deputado Pedro Paulo (PSD-RJ), autor do projeto original, reconheceu que os critérios da lei eram “frouxos” na época de sua apresentação, mas agora considera o texto aprovado pelo Congresso excessivamente rigoroso. Ele mencionou que, durante o Natal de 2023, dos 34 mil presos beneficiados com saídas temporárias no estado de São Paulo, apenas 81 cometeram crimes, sendo todos de menor potencial ofensivo e sem envolvimento de mulheres.

O deputado Kim Kataguiri (União-SP) defendeu a proibição, argumentando que os incentivos no Brasil favorecem a criminalidade. Segundo ele, a punição aos criminosos é branda e o índice de reincidência é elevado, o que torna o cometimento de crimes compensador no País.

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Confusão em Clássico Paulista

Goleiro do Corinthians chama Luciano de 'otário' nas redes sociais

Carlos Miguel se envolve em polêmica após empate com o São Paulo e será desfalque na próxima partida contra o Internacional

SUSPEITO SEGUE FORAGIDO

Saiba quem é o empresário que atirou três vezes em veículo após briga de trânsito

Polícia Civil segue na busca de Adriano Domingues da Costa, suspeito de atirar em outro veículo após uma briga de trânsito na rodovia Castello Branco

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter