X

SAÚDE PÚBLICA

Em SP, quase 13 milhões não tomaram a dose de reforço contra a Covid

Pessoas acima de 12 anos que completaram o esquema vacinal com AstraZeneca, CoronaVac ou Pfizer devem receber dose de reforço após 4 meses da 2º dose

Bruno Hoffmann

Publicado em 09/01/2023 às 18:50

Atualizado em 09/01/2023 às 18:56

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Vacinação contra Covid / Marcelo Camargo/Agência Brasil

Quase 13 milhões de pessoas não tomaram ainda a vacina de reforço contra a Covid-19 no estado de São Paulo, de acordo com a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS). 

Além disso, mais de 2,5 milhões ainda não receberam a segunda dose de reforço no Estado. Até o momento, 1,8 milhão de pessoas também não buscaram a segunda dose do esquema vacinal primário.

Leia Também

• Vacina contra Covid terá indicação anual para grupo de risco

De acordo com o Ministério da Saúde,  pessoas acima de 12 anos que completaram o esquema vacinal com AstraZeneca, CoronaVac ou Pfizer devem receber uma dose de reforço após quatro meses da segunda dose. A combinação heteróloga, ou seja, de vacinas Covid-19 diferentes, é a estratégia mais eficaz para reforçar a imunização, informou ainda a pasta.

"Todas as vacinas disponíveis no sistema público de saúde foram testadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e se mostraram eficazes e seguras", explicou o ministério.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PRESOS EM FLAGRANTE

Polícia prende dupla que tentava instalar 'chupa cabra' em caixa eletrônico da Grande SP

De acordo com a Polícia Civil, dispositivo estava conectado a uma central interligada ao equipamento

Segurança

Marcha para Jesus: PM de São Paulo reforça segurança

A caminhada terá início na Estação Luz do Metrô, às 10h; Durante o evento, policiais à paisana estarão em meio à multidão

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter