X

Indenizações

Enchentes no RS batem recorde em sinistros no Brasil

Até o momento, o maior impacto material registrado pelos gaúchos é das apólices de automóveis

Yasmin Gomes

Publicado em 24/05/2024 às 15:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Até o momento, o maior impacto material registrado pelos gaúchos é das apólices de automóveis / Bruno Ruas/iShoot/Folhapress

Segundo a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) os sinistros acionados no Rio Grande do Sul devido às enchentes de maio já somam um impacto estimado em R$ 1,673 bilhão.

Até quinta-feira (23/05), 23.441 sinistros foram acionados. O valor final do impacto ainda é incerto, tendo em vista que poucos clientes acionaram suas seguradoras que, portanto, não conseguiram avaliar de forma adequada o custo real dessas ocorrências.

Seguros de vida

De acordo com Dyogo Oliveira, presidente da CNseg, ainda não é possível estimar se o impacto final será maior que o registrado na pandemia. Ao todo, foram R$ 7,5 bilhões pagos apenas em seguros de vida para as vítimas de Covid-19, sem contar os custos dos planos de saúde.

Segundo a Defesa Civil do RS, o número de mortes em decorrência das enchentes no estado era de 163 na noite de quinta (23/05). Ainda há 64 pessoas desaparecidas e outras 806 feridas. O órgão aponta que 21,5% dos gaúchos foram afetados pela tragédia, que prejudicou 95% das cidades do Rio Grande do Sul.

Custos estimados

Até o momento, o maior impacto material registrado pelos gaúchos é das apólices de automóveis. Segundo a CNseg, são 8.216 sinistros acionados, que somam um custo estimado em R$ 557,4 milhões.

O maior número de ocorrências informadas, porém, é em seguros residenciais e habitacionais. São 11.396 sinistros informados, com um custo de cerca de R$ 239,2 milhões.

Impacto no agronegócio

A CNseG APONTA TAMBÉM impacto no agronegócio, que deve ser menor do que as secas que a região enfrentou nos últimos anos. Por enquanto, são 993 avisos de sinistro, com uma estimativa de R$ 47 milhões.

Indenizações em poucos dias

Apesar dos altos valores, as seguradoras estão com recursos em caixa e grandes reservas técnicas. O texto conta com informações da Folha.

Devido à tragédia, o setor prorrogou o vencimento das apólices na região e está concedendo algumas indenizações sem necessidade de averiguação, o que agiliza o processo e encurta os dias de pagamento.

 

*Texto sob supervisão de Diogo Mesquita

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SUSTO EM GUARULHOS

VÍDEO: maior avião de passageiros do mundo tem voo cancelado após problema técnico

Voo da companhia aérea Emirates, considerado o maior avião de passageiros do mundo, precisou ser cancelado após apresentar falha durante os primeiros minutos da decolagem

Tragédia

Dono de bar é morto com golpes de canivete no pescoço após defender mulher de assédio

Proprietário do Malta Rock Bar expulsou o homem por ele ter cometido assédio sexual contra uma funcionária

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter