Publicidade

X

Brasil

Morre o estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor da Chanel

ALINE

Publicado em 20/02/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Estilista alemão Karl Lagerfeld era um dos ícones da moda mundial nas últimas décadas / /FRANÇOIS MORIASSOCIATED PRESS

Morreu nesta terça-feira, em Paris, o estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor criativo da grife Chanel desde 1983 e um dos ícones da moda mundial nas últimas décadas. O designer nunca quis revelar sua idade, mas acredita-se que tenha nascido em setembro de 1933, ou seja, que tivesse hoje 85 anos.

Ele havia sido hospitalizado na noite de segunda, em Neuilly sur Seine, nos arredores de Paris, mas a causa da morte não foi informada. Segundo a revista Paris Match, Lagerfeld estava com a saúde debilitada havia algumas semanas. Nem chegou a aparecer na passarela logo após o desfile da coleção primavera-verão 2019 da Chanel, algo que fazia desde que estreou na grife, em 1983. Natural de Hamburgo, origem que lhe renderia o epíteto de "kaiser da moda", ele chegou à capital francesa no começo dos anos 1950, com a mãe, e logo começou a trabalhar para o estilista Pierre Balmain. Passou em seguida pelas grifes Jean Patou e Chloé, antes de aportar na italiana Fendi, cujo comando ele acumulava até hoje com o da Chanel. Conhecido pela cabeleira branca lisa amarrada num rabo de cavalo, pelas luvas de couro com os dedos à mostra e pelos óculos escuros dos quais parecia nunca desgrudar, Lagerfeld criou sua própria maison de alta-costura em 1984, mas esta nunca prosperou como suas outras empreitadas.

Em 2014, por exemplo, Lagerfeld transformou a nave do Grand Palais, espaço expositivo no coração de Paris, em um imenso supermercado no qual as gôndolas faziam as vezes de passarela. Solteiro, o alemão não deixa filhos. Teve uma relação de quase 20 anos com o dândi Jacques de Bascher, até a morte deste, em 1989. (FP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Taboão da Serra inicia entrega do uniforme escolar

Expectativa é que até o dia 15 de março todos os estudantes tenham recebido o kit completo

 Jogos Olímpicos

SP oferece modalidades de esportes olímpicos; confira

Atividades são gratuitas e podem ser praticadas como recreação ou em nível competitivo, sem restrição de idade

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter