Publicidade

X
SAÚDE

Natal decreta estado de emergência por casos de dengue

Casos de zika e chikungunya também apresentam disparo em registros totais

Publicidade

Natal-RN / Ney Douglas/MTur

O aumento nos casos de dengue, chikungunya e zika, em Natal, levou a prefeitura da capital do Rio Grande do Norte a decretar estado de emergência por 90 dias. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial do município.

De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde, no período entre janeiro e abril, os casos de arboviroses (doenças causadas por picadas de mosquito) aumentaram 1.348,86% em relação ao mesmo período de 2021. Somente em abril, foram registrados 2.318 casos prováveis de arboviroses.

Os casos de chikungunya tiveram um aumento de 381,08% (178); os casos de dengue tiveram aumento de 1.566,29% (2.966), e os de zika permaneceram em 625% (29).

Nas últimas semanas, esse aumento se concentrou em áreas nas regiões sul, norte1 e oeste de Natal, onde moram cerca de 690 mil pessoas.

Entre as medidas que a Secretaria de Saúde do município está adotando para minimizar os impactos decorrentes do agravamento do quadro epidemiológico estão a realização de visitas domiciliares em “peridomicílio e intradomicílio”. A estimativa da prefeitura é de que são necessárias visitas a mais de 200 mil domicílios.

O município também destacou a adoção de ações educativas em escolas, conselhos comunitários e pastorais, a utilização do chamado fumacê e capacitação de servidores.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

VIOLÊNCIA E SEGURANÇA

Vale do Paraíba concentra quatro das seis cidades com maior taxa de homicídios e SP

A Secretaria de Segurança Pública divulgou dados sobre o cenário de criminalidade na Região

INTERIOR PAULISTA

'Música na Praça': evento é destaque cultural neste sábado em Porto Feliz

O encontro trará apresentações de alunos da Escola Municipal de Música 'Romário Antônio Barbosa'

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software