Publicidade

X
FENÔMENO INCOMUM

Onda de calor nos EUA e Canadá mata 45 pessoas em estado

Fenômeno climático aprisiona o calor e bloqueia a movimentação de outros sistemas climáticos no noroeste dos EUA e no oeste do Canadá

Publicidade

Bandeira do Canadá / /Hermes Rivera/Unsplash

Uma onda de calor recorde que atingiu grande parte do oeste do Canadá e noroeste dos Estados Unidos matou pelo menos 45 pessoas no condado de Multnomah, no estado norte-americano do Oregon, e é vista como a causa de um aumento incomum de mortes na Colúmbia Britânica, disseram autoridades nessa quarta-feira (30).

A "cúpula do calor", um fenômeno climático que aprisiona o calor e bloqueia a movimentação de outros sistemas climáticos, bateu recordes de altas temperaturas no noroeste dos EUA e no oeste do Canadá nos últimos dias.

No condado de Multnomah, que inclui Portland, 45 mortes desde sexta-feira foram relacionadas ao calor excessivo, disse o legista do condado em comunicado, citando a hipertermia como causa preliminar.

Oregon teve apenas 12 mortes por hipertermia de 2017 a 2019, segundo a nota.

Na Colúmbia Britânica, no Canadá, houve 486 mortes repentinas e inesperadas entre sexta e terça-feira, cerca de 320 a mais do que a média para um período de cinco dias, disse o BC Coroners Service, responsável pela investigação de óbitos na província canadense.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

OPORTUNIDADE

Em Santos, equipe de vela oceânica levará fãs para volta em barco de regata

Passeio será realizado em 21 de maio e para concorrer, os fãs da Amstel Ultra devem participar de uma live nos canais do @veleiroinae

Corrupção

Ministério da Justiça cria rede para coordenar combate à corrupção

Portaria visa estimular o intercâmbio de informações entre as polícias judiciárias e os demais órgãos públicos e entidades que atuam no combate à corrupção

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software