Publicidade

X

Alagoas

Polícia prende mulher que confessou nas redes sociais ter assassinado o amante

O crime aconteceu em 2021 mas o mandado de prisão só foi cumprido este ano

Yasmin Gomes

Publicado em 28/02/2024 às 19:15

Atualizado em 28/02/2024 às 19:35

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Após o crime, Edhione da Conceição Silva postou em seu Facebook uma confissão do assassinato / Reprodução

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Nesta segunda-feira (26) uma mulher de 24 anos foi presa por assassinar em 2021 o amante em uma emboscada, na cidade de São José da Tapera, interior de Alagoas.

Leia Também

• Assassinato de empresário é flagrado por câmeras de segurança no Pará; veja vídeo

Segundo a Polícia Civil, após o crime, Edhione da Conceição Silva, postou em seu Facebook uma confissão do assassinato "Matei mesmo. Não quis largar a família para ficar comigo, não fica com ninguém kkkkk", diz uma das postagens que constam no inquérito policial.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Antônio Celso Fernandes Junior foi assassinado após ser atraído pela amante até a casa do irmão dela, segundo as investigações. A vítima tinha um relacionamento extraconjugal com Edhione e estava sendo pressionada para se separar da esposa, com quem tinha cinco filhos.

O delegado Thales Araújo informou ao “G1” que a mulher estava foragida, mas foi localizada na cidade de União dos Palmares. A prisão foi solicitada à Justiça e o mandado judicial foi cumprido nesta semana.

Confissões

A polícia teve acesso a outro post feito pela mesma mulher logo após o assassinato. Em um desses posts, ela reconhece que é uma assassina e que deixou os filhos da vítima sem o pai. "Sou uma assassina, matei o pai de 5 filhos e deixei eles todos sozinhos no mundo", publicou a mulher.

Atualmente, a mulher tem um filho recém-nascido e irá responder por homicídio qualificado.

*Texto sob supervisão de Matheus Herbert

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SEGURANÇA PÚBLICA

Sindicato protesta contra Derrite por exclusão da Polícia Civil de operação em SP

Presidente do sindicato dos delegados disse que decisão de Derrite de dar mais protagonismo à PM em detrimento à Polícia Civil pode 'fragilizar a estrutura policial'

Programa Jovem Aprendiz

Em busca do primeiro emprego? Empresa Raízen está com 240 vagas abertas

Interessados em se candidatar devem ter entre 16 e 21 anos; não é necessário ter experiência prévia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter