X

Brasil

Quase 3 anos após assassinato do ator Rafael Miguel, Paulo Cupertino é preso

O suspeito estava foragido desde junho de 2019, ele era o nº 1 na lista de criminosos mais perigosos de SP

Da reportagem

Publicado em 16/05/2022 às 18:18

Atualizado em 16/05/2022 às 18:23

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Paulo Cupertino preso nesta segunda-feira (16) / Divulgação/ Polícia Civil

O comerciante Paulo Cupertino Matias, suspeito de matar o ator Rafael Miguel e os pais do jovem, em junho de 2019, na zona sul da capital paulista, foi preso nesta segunda-feira (16) por policiais do 98º DP. Ele estava escondido em um hotel na capital paulista, onde foi preso.

Cupertino foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde fez o exame de corpo de delito e depois foi para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro de São Paulo. Ele ficará à disposição da Justiça.

Ao chegar ao prédio do DHPP, Cupertino negou os crimes. “Eu sou inocente. Não matei ninguém”.

Segundo o delegado da 6ª seccional, a equipe recebeu uma informação de que o foragido estaria na cidade se São Paulo. Eles foram checar e o encontraram, efetuando a prisão do mesmo.

Incluído na Difusão Vermelha da Interpol, Paulo Cupertino era o primeiro nome da lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

De acordo com o Ministério Público (MP), o empresário assassinou a família porque tinha ciúmes do namoro de Isabela Tibcherani, a sua filha de 18 anos à época, com o artista. Vídeos gravados por câmeras de segurança mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais da vítima: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.

O suspeito estava foragido desde então e chegou a mudar de nome para Manoel Machado da Silva para tentar fugir da polícia. Ele passou por cidades do interior paulista e até do Mato Grosso, onde trabalhou como cuidador de gado em uma fazenda.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PRAIAS ESCONDIDAS

5 praias menos movimentadas do Guarujá para relaxar

Muito procurada pelos turistas, a cidade do Guarujá também possui praias menos exploradas para quem quer mais privacidade

CRIME EM INVESTIGAÇÃO

Homem mata mulher com facadas no rosto e pescoço dentro de carro

Polícia Civil de São Paulo procura suspeito que levou mulher para carro abandonado e cometeu crime; entenda

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter