Publicidade

X
ELEIÇÕES 2022

União Brasil anuncia Soraya Thronicke como candidata à Presidência

A senadora pelo Mato Grosso do Sul substituirá Luciano Bivar, presidente do partido, que desistiu de concorrer ao cargo

Publicidade

União Brasil oficializou a advogada Soraya Thronicke como candidata à Presidência da República / Reprodução Facebook

O União Brasil oficializou nesta sexta-feira (5), em convenção realizada em São Paulo, a escolha da advogada Soraya Thronicke como candidata à Presidência da República. A senadora pelo Mato Grosso do Sul substituirá Luciano Bivar, presidente do partido, que desistiu de concorrer ao cargo.

"O meu trabalho é e sempre será para quem mais precisa de apoio. A minha missão será a de unir o Brasil e eu farei isso com muito amor, com muita facilidade, com muita alegria e muita glória", disse a candidata.

Esta é a primeira eleição do União Brasil, partido fruto da fusão entre DEM e PSL. Na última eleição presidencial, o DEM se manteve neutro no 2º turno, enquanto o PSL era o partido do presidente Jair Bolsonaro, hoje no PL.

Sobre a tal polarização entre Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) nas pesquisas sobre intenção de voto do eleitorado, a candidata afirmou: "A briga política não resolveu nada até agora para nós brasileiros, e essa briga não vai nos levar a nada".

Na última pesquisa Datafolha, Lula registrou 47% das intenções de votos, Bolsonaro teve 29%.

Então candidato pelo partido, Luciano Bivar descartou que o União será coadjuvante na eleição presidencial: "Não vamos participar por participar, vamos participar para vencer porque temos todas as condições e projetos por ser o maior partido do nosso país", afirmou ele, que será candidato ao Senado por Pernambuco.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

LEGISLATIVO

Mongaguá fica perto de fixar data para reajuste anual dos vencimentos dos servidores

Legislativo já aprovou, de forma unânime, o projeto de lei 72/2022, de autoria do prefeito municipal

Anjos da Guarda

PF faz operação contra plano para sequestrar autoridades e resgatar líderes do PCC

O grupo criminoso, segundo a PF, planejava sequestrar autoridades e desenvolver outras ações para conseguir a soltura das lideranças da facção

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software