Publicidade

X

Brasil

Valor pago ao produtor de leite cai 30%, mas preço de queijos e derivados dispara

Crise, em plena entressafra, obrigou o Governo Federal a repassar R$ 200 milhões para socorrer os pecuaristas nos últimos meses

Nilson Regalado

Publicado em 01/12/2023 às 21:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Há seis meses o preço do leite cai sem parar na porteira da fazenda / Agência Brasil

Há seis meses o preço do leite cai sem parar na porteira da fazenda. Só em 2023, o valor do litro caiu 24,8%, segundo pesquisa nacional realizada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ligado à Escola de Agronomia da USP. Em 12 meses, a queda no valor repassado aos produtores foi de 30,4% em termos reais (já descontada a inflação oficial pelo IPCA). Essa crise, em plena entressafra, obrigou o Governo Federal a repassar R$ 200 milhões para socorrer os pecuaristas nos últimos meses.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Mas, mesmo com o custo da matéria-prima em queda contínua e significativa ao longo do ano, os laticínios elevaram o preço de seus produtos. Segundo estudo apresentado nesta semana pela Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás, a cesta de derivados lácteos subiu 4,10% só no mês de novembro.

As maiores altas foram registradas no creme de leite (7,91%), no leite em pó integral (+5,55%), queijo muçarela (+4,76%) e leite UHT integral (+3,70%). Segundo a Câmara Técnica, só o leite condensado teve queda nos preços em novembro (-1,08%).

A Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea é composta por representantes da Federação da Agricultura e Pecuária, Sindicato das Indústrias de Laticínios no Estado, Instituto Mauro Borges, Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sindicato do Comércio Varejista e Associação de Supermercados. Goiás é uma das principais bacias leiteiras do Brasil e concentra laticínios com atuação em todo o País.

Na “Média Brasil” apurada pelo Cepea/USP nas principais regiões produtoras do País, o litro do leite cru pago aos produtores foi de R$ 1,9675 no último mês. No acumulado do ano, o volume de leite importado totaliza 1,8 bilhão de litros, representando uma alta de 77,4% em comparação ao mesmo período de 2022.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Assassinato

VÍDEO: Policial aposentado é morto por criminoso na zona leste de SP

Criminoso estaciona e mata policial aposentado; arma do ex-agente é roubada

CRIMINALIDADE

Polícia Civil fecha empresa que aplicava golpes financeiros no centro de SP

Golpe era através de aplicativos de mensagens; 23 pessoas foram apreendidas na operação

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter