X

POLÊMICA

Vaza vídeo de youtuber e vereador Gabriel Monteiro fazendo sexo com garota de 15 anos

Monteiro disse que dois ex-assessores teriam sido responsáveis pelo vazamento

Diário do Litoral

Publicado em 31/03/2022 às 10:29

Atualizado em 07/04/2022 às 13:17

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Vereador Gabriel Monteiro (sem partido) / Reprodução/ Redes Sociais

A Polícia Civil investiga o vazamento de um vídeo íntimo do vereador Gabriel Monteiro (sem partido) e de uma jovem de 15 anos fazendo sexo. A jovem, acompanhada da mãe, e o próprio vereador foram à 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) para abrir um registro de ocorrência sobre o caso.

Tanto Monteiro quanto a jovem alegam que a relação íntima e a gravação do vídeo foram autorizadas pelas duas partes. Gabriel afirmou também que a jovem teria dito a ele que era maior de idade.

Gabriel Monteiro disse ainda, que dois ex-assessores teriam sido responsáveis pelo vazamento. Os dois ex-servidores do gabinete do vereador devem ser chamados para prestar depoimento.

Escandalo
No último domingo (27), o Fantástico revelou que ex-servidores do gabinete de Gabriel Monteiro acusaram o vereador de assédio moral, assédio sexual e agressões. Na reportagem, uma mulher que não quis ser identificada, afirmou ter sido estuprada pelo vereador.

Queixa
Nesta terça-feira (29), o deputado estadual Giovani Ratinho (Pros) registrou queixa na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), no Centro, e entregou 6 vídeos à polícia. 

Segundo o deputado, em pelo menos 3 vídeos elas demonstram que não queriam ser gravadas. Ainda segundo Ratinho, os vídeos foram enviados anonimamente em seu gabinete, em São João de Meriti. 

Câmara Municipal 
O vereador Gabriel Monteiro é alvo de 8 denúncias no Conselho de Ética da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro. O ex-PM também tem outros 5 processos que ainda não chegaram ao conselho. Ao todo, são 13 denúncias contra o vereador-youtuber no legislativo municipal.

Na última terça-feira (29), o colegiado decidiu adiar por uma semana a decisão sobre a abertura ou não de um processo administrativo contra o político. No próximo dia 5 de abril, os membros do Conselho de Ética vão decidir sobre uma possível representação contra o vereador, com base na última denúncia que chegou ao conhecimento da Câmara. 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PRAIAS ESCONDIDAS

5 praias menos movimentadas do Guarujá para relaxar

Muito procurada pelos turistas, a cidade do Guarujá também possui praias menos exploradas para quem quer mais privacidade

CRIME EM INVESTIGAÇÃO

Homem mata mulher com facadas no rosto e pescoço dentro de carro

Polícia Civil de São Paulo procura suspeito que levou mulher para carro abandonado e cometeu crime; entenda

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter