últimas notícias

Suspeitos de esquartejar advogado são presos

Cinco pessoas foram presas na última quarta-feira,15, suspeitas de assassinar o advogado Ronaldo César Capelari, de 53 anos, e esquartejar o corpo dele em Araçatuba, no interior de São Paulo. Entre os detidos estão uma jovem de 24 anos, que teria atraído o advogado para uma cilada, e o namorado dela, de 21 anos. A prisão do quinto suspeito aconteceu no fim da noite, e ele estava sendo interrogado na última semana.

De acordo com a Polícia Civil, o plano dos suspeitos era roubar dinheiro e a caminhoneta de Capelari, mas ele teria resistido e foi morto. Para se livrar do corpo, os criminosos o cortaram em pedaços.

O advogado desapareceu na noite de segunda-feira, 13, quando saiu de casa, em um condomínio, para ir a uma academia de natação. O veículo foi encontrado na manhã de terça, 14, em uma estrada de terra, no bairro Água Branca. No interior, a polícia detectou marcas de sangue.

O corpo foi encontrado à noite, em uma casa do mesmo bairro, dividido em pedaços acondicionados em três sacolas. O imóvel, que estava vazio, tinha sido alugado pela mulher de 24 anos. Ela acabou apontando o envolvimento dos outros suspeitos.

Conforme a Polícia Civil, a jovem disse que teria uma "relação próxima" com o advogado havia dois meses e comentara com o namorado sobre o fato de ele aparentar boa condição financeira. Teria sido dele a decisão de roubar a vítima. A jovem foi usada como "isca", marcando um encontro com o advogado. Quando ele chegou à casa, foi rendido. Os suspeitos tiveram as prisões decretadas e foram presos. (EC)

Tops da Gazeta