últimas notícias

Porto Feliz

A ação visa facilitar o acesso das pessoas que não conseguem comparecer às UBSs durante a semana
A ação visa facilitar o acesso das pessoas que não conseguem comparecer às UBSs durante a semana
Foto: Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

Porto e região recebem campanha de vacinação contra o sarampo

NESTE SÁBADO. O 'Dia D' em toda a região tem como prioridade vacinar crianças a partir de cinco anos a adolescentes de 19 anos

A cidade de Porto Feliz e os outros municípios que compõem a região de Sorocaba realizam nesse sábado o 'Dia D' de vacinação contra o sarampo. A ação tem como prioridade vacinar de crianças a partir de cinco anos a adolescente de 19 anos.

Em Porto Feliz, as unidades da Popular, Jardim Vante, Bambu e Vila Angélica atenderão os moradores das 8h às 17h. Nas mesmas unidades do Dia D também acontecerão o Mutirão de Papanicolau.

De acordo com a Prefeitura de Sorocaba, 17 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) também vão participar da campanha, das 8h às 17h.

O 'Dia D' vai acontecer nas UBSs Márcia Mendes, Wanel Ville, São Guilherme, Carandá, Rodrigo, São Bento, Vitoria Régia, Laranjeiras, Fiori, Maria do Carmo, Angélica, Éden, Barcelona, Brigadeiro Tobias, Cerrado, Aparecidinha e Cajuru.

Até o momento, Sorocaba registrou três casos confirmados de sarampo este ano. Em 2019 foram 76 casos
confirmados.

A ação tem o objetivo de facilitar o acesso das pessoas que não conseguem comparecer às UBSs durante a semana. Quem já tem as duas doses da vacina registradas na carteirinha não precisa se vacinar novamente.

JUNDIAÍ.

Em Jundiaí, as UBSs, novas UBSs e Clínicas da Família também vão funcionar em horário especial para participar da campanha.

De acordo com a prefeitura, as doses serão disponibilizadas em todos os equipamentos de Atenção Básica de Jundiaí, durante o horário de atendimento, inclusive naqueles que funcionam em horário ampliado.

Segundo a Vigilância Epidemiológica de Jundiaí, foram registrados na cidade 117 casos positivos de sarampo no ano de 2019. Em 2020, até o momento, foram cinco casos notificados, dois descartados e três aguardando
resultado.

Ao longo da campanha também serão disponibilizadas doses contra a febre amarela para aqueles que ainda não se vacinaram ou que precisam da dose de
reforço. (GSP)

Tops da Gazeta