últimas notícias
Marcelo Augusto de Sousa Araújo foi preso após matar Francine Rigo dos Santos, no Interior
Marcelo Augusto de Sousa Araújo foi preso após matar Francine Rigo dos Santos, no Interior
Foto: Reprodução Facebook

Grávida morta durante sexo sofreu cortes no pescoço, diz laudo

MP denunciou Marcelo Augusto de Sousa por homicídio com motivo torpe e cruel; crime aconteceu em Várzea Paulista

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a jovem de 21 anos que estava grávida e foi morta pelo marido durante relação sexual, em Várzea Paulista, sofreu dois cortes no pescoço e uma lesão na cabeça. A informação é do "G1".

O Ministério Público denunciou Marcelo Augusto de Sousa Araújo por homicídio com motivo torpe, cruel, impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio, pelo crime ter sido cometido contra a esposa.

De acordo com a Polícia Civil, também foi pedido um exame complementar que vai avaliar outros fatores, como possíveis medicamentos ou substâncias no corpo da
vítima.

O réu afirmou em interrogatório que usou uma lâmina para tirar a vida da maquiadora Francine Rigo dos Santos durante uma relação sexual.

De acordo com o laudo do IML, os ferimentos causaram parada respiratória, parada cardiocirculatória, inconsciência, hipotermia e desidratação. As lesões causadas na vítimas foram de 16 e 6 centímetros, além de uma fratura no punho direito.

O crime aconteceu no dia 22 de dezembro do ano passado. Marcelo matou Francine e também fez publicações nas redes sociais se passando pela vítima. Como a família não conseguiu contato com ela no dia 23, os parentes arrombaram a porta e a encontraram sem vida.

A casa estava suja de sangue e Marcelo foi achado com ferimentos nos pulsos e no pescoço após tentar se matar. Ele foi levado à unidade de pronto atendimento de Várzea Paulista e, na sequência, encaminhado para a delegacia.

Segundo o "G1", ele contou que, no dia 22, os dois discutiram sobre a ceia de Natal e sobre a gravidez da jovem.

Na madrugada do dia 23, um texto foi publicado no Facebook da vítima. Segundo a polícia, ela foi morta por volta das 10h do dia 22 e não teria feito a postagem. (GSP)

Tops da Gazeta