últimas notícias
 O Comitê Municipal de enfrentamento à Covid-19 de Tietê, se reuniu na última segunda-feira (11), para discutir o retorno das aulas
O Comitê Municipal de enfrentamento à Covid-19 de Tietê, se reuniu na última segunda-feira (11), para discutir o retorno das aulas
Foto: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE TIETÊ

Tietê: Comitê de Enfrentamento à Covid-19 se reúne para discutir volta às aulas

Pais ou responsáveis deverão informar até 21 de janeiro se alunos irão retornar para as atividades presenciais

O Comitê Municipal de enfrentamento à Covid-19 de Tietê, no interior de São Paulo, reuniu-se na última segunda-feira (11), para discutir a possibilidade da retomada das aulas presenciais no município.

Estavam presentes na reunião o médico pediatra Doutor Jose Roberto Forlevize, a Secretária Municipal de Educação, Secretário de Negócios Jurídicos, Secretário de Governo e Coordenação, Secretário de Administração e Modernização, juntamente com o Secretário interino de Saúde e Medicina Preventiva, Chefe do Departamento de Vigilância Sanitária e técnicos da Secretaria da Saúde.

Foram discutidas ações relacionadas aos materiais e insumos para oferta aos alunos, professores e demais profissionais que atuam nas escolas. Além disso, o Protocolo desenvolvido em 2020, a avaliação da faixa etária dos profissionais que militam nas escolas e dos números de servidores da educação pertencentes aos grupos de risco para a COVID-19, também foram tema dos diálogos.

No entanto, todos os decretos municipais editados pelo prefeito Vlamir Sandei prevê que os pais deverão ser ouvidos para levantamento do número de crianças que retornariam às atividades escolares.

Ainda no dia da reunião, a secretaria de Educação, Professora Nilza Bernardo Coutinho, junto às escolas municipais, realizou uma ação para levantamento das intenções de todas as comunidades escolares até o dia 21/01/21.

De acordo com o prefeito, as escolas, profissionais e comunidades deverão se aproximar para a promoção das ações necessárias para o momento da retomada das aulas presenciais, além de estabelecerem um diálogo franco, de compartilhamento, de responsabilidades e de afinidade para o desenvolvimento do processo pedagógico.

Comentários

Tops da Gazeta