últimas notícias
O corpo de Ivanilde Almeida de Andrade foi encontrado no dia último dia 9, sob o viaduto da rodovia Prefeito Antônio Romano Schincariol
O corpo de Ivanilde Almeida de Andrade foi encontrado no dia último dia 9, sob o viaduto da rodovia Prefeito Antônio Romano Schincariol
Foto: Reprodução/Facebook

Laudo aponta que mulher achada morta sob viaduto em Tietê sofreu politraumatismo

Segundo a polícia, vítima de 44 anos estava viva quando caiu da ponte; equipes ainda investigam circunstâncias da queda

A Polícia Civil de Tietê divulgou que o laudo necroscópico do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a mulher de 44 anos que foi encontrada morta embaixo de um viaduto em Tietê morreu em decorrência de uma queda. O caso ainda é investigado. Agora, as autoridades querem saber as circunstâncias dessa queda.

O corpo de Ivanilde Almeida de Andrade foi encontrado no dia último dia 9, sob o viaduto da rodovia Prefeito Antônio Romano Schincariol (SP-139), na altura do quilômetro 82. Desde então, equipes começaram a apurar as circunstâncias da morte.

Segundo a Polícia Civil, o laudo apontou politraumatismo, ou seja, lesões ou ferimentos distribuídos em várias partes do corpo. Na época, a PM informou que Ivanilde estava com as duas pernas quebradas, tinha batido a cabeça e escoriações nas mãos. O texto conta com informações do “G1”.

A Polícia Civil afirmou que Ivanilde estava viva quando caiu da ponte. Apesar disso, a polícia ainda não sabe o que levou a vítima a cair e está investigando o caso a partir de imagens de câmeras de segurança e o laudo da perícia, que ainda não foi divulgado.

DESAPARECIMENTO

O filho da vítima, Michael Douglas Almeida Matos, contou ao “G1” que, minutos antes de desaparecer, Ivanilde mandou uma mensagem para que ele adiantasse o jantar, às 18h07.

O print da conversa enviada ao “G1” mostra que, às 18h08, Michael respondeu a mãe dizendo que estava cozinhando feijão. Às 19h04, ele perguntou por que a mãe estava demorando para chegar.

De acordo com a PM, foram encontrados vários pertences de Ivanilde junto ao corpo, mas a polícia não localizou o tênis que a mulher teria comprado horas antes do sumiço.

O filho dela contou que, antes de desaparecer, a mãe também tinha mandado uma mensagem para a tia pedindo para que ela passasse na casa dela pegar o calçado.

Inicialmente, a Polícia Militar informou que uma das suspeitas é de que a mulher tenha sido vítima de uma tentativa de assalto e acabou caindo no local. Apesar disso, a Polícia Civil disse que tudo ainda está sendo investigado e que nenhuma hipótese foi descartada.

Comentários

Tops da Gazeta