últimas notícias
Assalto foi registrado no Catarina Outlet na segunda-feira (29), em São Roque
Assalto foi registrado no Catarina Outlet na segunda-feira (29), em São Roque
Foto: Arquivo Pessoal

Roubo a outlet: quadrilha monitorou loja horas antes do assalto em SP

Em interrogatório, o homem contou que foi à São Roque em um carro roubado para avaliar a segurança do lugar

Após ter sido preso em flagrante, um dos dois presos que participou do assalto a uma loja de grife no Catarina Outlet, em São Roque, no interior de São Paulo, contou à Polícia Civil de Sorocaba detalhes sobre o planejamento da ação criminosa que seria feita pela quadrilha. 

O ataque ao outlet, que fica na Rodovia Castello Branco, ocorreu na noite de segunda-feira (29). Segundo a polícia e funcionários, o grupo causou medo ao chegar à loja e render as pessoas que trabalhavam no local. Enquanto os criminosos pegavam as mercadorias, algumas vítimas foram amarradas para evitar que fugissem. O texto conta com informações do G1.

A polícia conseguiu prender apenas dois dos integrantes do grupo que participou do crime. Um deles foi baleado por agentes e depois levado à Santa Casa de São Roque, tendo recebido alta posteriormente. Ambos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba onde permanecem à disposição da Justiça.

O planejamento do assalto envolveu algumas visitas ao complexo comercial antes do dia da ação. Segundo contou no interrogatório, um dos suspeitos, de 35 anos, morador da capital paulista, foi convidado por outros integrantes do bando para participar do roubo e, após isso, foi à São Roque em um carro roubado para avaliar a segurança do lugar.

No dia da ação, o suspeito interrogado diz que ficou de vigia em um dos corredores do shopping enquanto outros integrantes seguiram de carro para executar o crime. 

Assim que chegaram na loja escolhida os demais suspeitos começaram a pegar as mercadorias enquanto o rapaz que deu o depoimento permaneceu de vigia. Ele conta ainda que se depararam com os policiais na hora em que já haviam terminado o assalto e se dirigiam para o carro para fugir.

O interrogado afirma que foi neste momento que teve início a troca de tiros, mas que ele apenas atirou para cima.

Ainda descrevendo o momento de combate com os agentes, o homem disse que o grupo conseguiu entrar no veículo e, enquanto saíram do outlet, avistaram outra viatura da polícia na Rodovia. Foi quando o bando decidiu se dirigir a um posto de combustíveis onde havia mais um comparsa, com outro veículo.

Já no posto de combustíveis o suspeito que os estavam esperando perdeu o controle do carro que dirigia. Foi então que o depoente diz ter tentado fugir para uma loja, onde foi preso pelos policiais. Ele afirma que não sabe informar a identidade dos demais envolvidos no crime.

O veículo que os aguardava no posto de combustíveis chegou a cair em um vão utilizado para troca de óleo. O caso foi registrado pela Deic de Sorocaba como roubo e receptação.

Investigação

Ao analisarem informações sobre o assalto do outlet, agentes da Polícia Civil descobriam indícios de que a quadrilha pode ter participando de um outro roubo que ocorreu no Shopping Iguatemi Esplanada, que fica entre Sorocaba e Votorantim, no dia 13 de novembro, também no interior paulista. 

Assim como na ação de São Roque, os suspeitos também prenderam os funcionários das lojas, desta vez nos provadores do estabelecimento. A ação durou apenas cinco minutos, de acordo com testemunhas.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta