últimas notícias
Prefeito de Caraguatatuba (de camisa branca) ao lado de secretários e representantes do comércio
Prefeito de Caraguatatuba (de camisa branca) ao lado de secretários e representantes do comércio
Foto: André Santos/PMSS

Litoral norte recebe programa federal de turismo

INVESTIMENTO. Programa selecionou 30 rotas turísticas estratégicas no Brasil; investimento inicial será de R$ 200 milhões

As cidades de Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela, Ubatuba e Bertioga foram contempladas pelo Investe Turismo, um programa do governo federal que selecionou 30 rotas turísticas estratégicas no Brasil, que englobam 158 municípios das 27 unidades da Federação. O investimento inicial será de
R$ 200 milhões.

O lançamento do evento, na segunda-feira (30), na sede da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, contou com a presença do prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, que esteve representando as cidades do consórcio que fazem parte do Circuito Litoral Norte, selecionadas pelo programa.

O lançamento do programa Investe Turismo reuniu representantes do Estado, deputados, vereadores e prefeitos, além do diretor técnico do Sebrae, Ivan Hussni, do presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, e do secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab, que falou sobre o programa e destacou a importância da gestão compartilhada para o setor se desenvolver. "O Brasil tem essa potencialidade e é preciso ter uma estratégia de promoção. A gente precisa ter serviços, entrega, promoção, valorizar nossos patrimônios mundiais. É isso a que se propõe o Investe", afirmou.

Em sua fala, o prefeito de Caraguatatuba destacou a importância da qualificação da mão de obra e a responsabilidade em reunir a governança, cidadãos e instituições e estimular a vontade de desenvolver o turismo nas cidades. "É bom termos o respaldo dos governos estadual e federal, Embratur e do Sebrae, que já é um grande parceiro da nossa cidade. Temos conseguido investir em estrutura com as verbas do Dadetur, mas nosso grande foco é preparar nosso receptivo. Nos últimos dois anos, em parceria com o Sebrae, nós formamos 180 empresário, sendo a maioria ligados ao trade, pois sabemos que o turismo é uma grande fonte de geração de emprego e renda para a população", destacou.

As cidades elegeram um coordenador de rota para fazer a interface entre o Sebrae, governo Estadual, federal e Embratur.

SOBRE O PROGRAMA.

As rotas turísticas selecionadas receberão ações organizadas em quatro linhas de trabalho que vão desde o fortalecimento da governança, por meio de uma agenda estratégica entre setor público e privado; melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização, por meio de campanhas, produção de inteligência mercadológica e participação em eventos estratégicos; até a atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento. (GSP)

Tops da Gazeta