Publicidade

X
Litoral Norte

Dupla é detida por manter aves silvestres em cativeiro

Publicidade

Na casa de um dos suspeitos a polícia ambiental encontrou 73 munições, quatro espingardas de pressão e 22 aves silvestres / / Divulgação Polícia Ambiental

A Polícia Ambiental deteve dois homens na manhã do último sábado em São Sebastião. Os suspeitos foram levados à delegacia por posse ilegal de armas e por manter aves silvestres em cativeiro, em condições consideradas de maus tratos.

A dupla foi encontrada pelos agentes em uma cabana usada por caçadores no Parque Estadual da Serra do Mar. No ambiente havia duas espingardas, 36 munições de diversos calibres, além de uma gaiola com uma ave Bico de Pimenta, utilizada para outras outros pássaros para armadilhas.

De acordo com informações do portal "G1", após a abordagem, os policiais ambientais encontraram na casa de um dos suspeitos 73 munições, quatro espingardas de pressão e 22 aves silvestres mantidas ilegalmente em cativeiro.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de São Sebastião. Cada um dos suspeitos pagou R$ 4 mil de fiança para ser libertado.

Além da fiança, as multas aplicadas aos dois pelos crimes ambientais somam
R$ 81,5 mil. (GSP)

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Presidente ataca TSE e diz que não irá perder as eleições 'para narrativas'

Declaração foi feita no Encontro Nacional do Agro, evento que teve tom de campanha e discurso de apoiadores de Bolsonaro

Lei de diretrizes orçamentárias

Bolsonaro sanciona LDO de 2023 com vetos e mantem uso das emendas de relator

Verba, que permite que congressistas mais influentes possam abastecer seus redutos eleitorais, deve ficar em R$ 19,4 bilhões

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software