últimas notícias

Vídeo mostra criança que morreu no Metrô

Imagens de câmeras de segurança do Metrô obtidas pela polícia e divulgadas pelos advogados da mãe nesta segunda-feira mostram que Luan Silva de Oliveira, de 3 anos, morto após correr de um vagão em que estava com a família e ser atingido por um trem em uma estação do Metrô de São Paulo, correu na plataforma para dentro do túnel por uma portinhola.

O registro revela que Luan corre atrás do trem onde havia ficado a família. Menos de quatro minutos depois, às 11h10, uma composição passa por cima do menino. Ainda não se sabe se ele desequilibrou ou se pulou para continuar seguindo o trem.

A criança correu do vagão na estação Santa Cruz às 11h07. Um SMS foi enviada de dentro do trem, por uma passageira não identificada, informando que havia uma criança sem a mãe na plataforma do Metrô. Às 11h45, o Metrô comunicou os operadores de trem. Não há informações sobre o número de trens que passaram por cima do corpo da criança. Somente às 12h08, mais de uma hora depois que Luan correu do vagão, funcionários tiveram autorização do Centro de Controle Operacional do Metrô para entrar no túnel.

O advogado da família disse que pedirá a reconstituição do caso. Também serão solicitadas informações sobre por que os funcionários da Central de Monitoramento das Câmeras do Metrô não acompanharam a fuga da criança e por que demoraram para agir. Segundo ele, as imagens revelam que a mãe não teve culpa. "Ela fez o que estava ao alcance dela", afirma. (EC)

Tops da Gazeta