últimas notícias
Sede do Departamento de Transportes Públicos, onde o esquema de propina ocorreria na Capital
Sede do Departamento de Transportes Públicos, onde o esquema de propina ocorreria na Capital
Foto: Reprodução Google Street View

'Caso Jesus' derruba diretor do DTP

DENÚNCIA. Repórter de rádio descobriu esquema de propinas para facilitar, por exemplo, a liberação de alvarás para taxistas

O Diário Oficial do Município de São Paulo publicou nesta quarta-feira o nome de José Luiz Nakama como novo diretor do Departamento de Transportes Públicos (DTP), órgão ligado à Secretaria Municipal de Mobilidade e Transporte. Ele assume, de forma provisória, no lugar de Marcos Antonio Landucci, afastado após denúncias da "Rádio Bandeirantes" da existência de um esquema de propinas dentro do DTP para facilitar, por exemplo, a liberação de alvarás para taxistas.

O repórter Agostinho Teixeira, da "Rádio Bandeirantes", se passou por um taxista que precisava de alvará, em reportagem veiculada na
segunda-feira, para descobrir como funcionava o esquema. Ele apurou que taxistas que solicitavam a transferência de um alvará, por exemplo, ouvia de um servidor do DTP de que o processo demoraria mais de um ano. Mas haveria uma solução: conversar com um despachante chamado Jesus, que aceleraria o processo em vários meses.

Após a veiculação da matéria, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes anunciou a abertura de uma sindicância para apurar o caso. O repórter da "Bandeirantes", porém, voltou a ligar para o tal Jesus, e descobriu que ele mantinha o esquema de propinas, mesmo após a denúncia. Jesus disse ao repórter que poderia agilizar o processo, mas o encontro deveria ser do lado de fora da sede do DTP, porque tinha tido problemas após matéria de uma emissora de
rádio.

"Meus colegas [do DTP] estão me ajudando no trabalho aqui". Disse também que o esquema se manteria. "Não complica nada, não. Pode ficar tranquilo. Claro que consigo [liberar o alvará]".

Depois da veiculação de que o despachante mantinha o esquema, o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caran, anunciou o afastamento do diretor do DTP, Marcos Antonio Landucci, e a nomeação interina de José Luiz Nakama.

"Em função desses novos fatos, estou pedindo o afastamento do diretor do DTP. [Estou] Colocando meu assessor jurídico, meu advogado, para sentar na cadeira provisoriamente, enquanto eu não mando uma outra pessoa, para ele verificar e afastar no local todas as pessoas que possam estar envolvidas nesse processo".

O secretário também mandou um ofício pedindo a abertura de inquérito para um delegado com a intenção de localizar Jesus e descobrir como funciona o esquema.

O QUE É O DTP.

De acordo com o site do Departamento de Transportes Públicos, o DTP é o órgão municipal que gerencia, regulamenta, vistoria e fiscaliza os serviços de transporte realizado por táxis, fretamento, escolar, carga a frete, motofrete e operadores por aplicativos na capital paulista.

O departamento municipal concede e emite as licenças de serviços de transportes nos diversos modais, fiscaliza regulamenta a comunicação visual relacionada aos táxis e veículos escolares e administra os contratos do Transporte Escolar Gratuito, além de outros serviços. (GSP)

Tops da Gazeta