últimas notícias
O novo prazo para a entrega das obras é janeiro de 2020; Doria 
e Covas visitaram a futura estação São Mateus nesta segunda
O novo prazo para a entrega das obras é janeiro de 2020; Doria e Covas visitaram a futura estação São Mateus nesta segunda
Foto: DIVULGAÇÃO/GOVERNO DO ESTADO DE SP

Governo retoma obras da Linha 15-Prata do monotrilho

O governo de São Paulo retomou as obras do monotrilho da Linha 15-Prata do Metrô, que passa pela zona leste da Capital, após oito meses de obras paradas. O novo prazo dado pelo governo é o de inaugurar as quatro estações faltantes em janeiro de 2020.

As estações que devem ser entregues são Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus. O governador João Doria e o prefeito Bruno Covas, ambos do PSDB, realizaram uma visita técnica nesta segunda-feira no local em que deve funcionar a estação São Mateus. A primeira previsão do governo é de que as obras seriam entregues em 2011. Depois, o prazo dado para finalizar o trecho foi 2016.

"Viemos fazer uma supervisão das obras da Linha 15-Prata, do Metrô, que foi reiniciada. A obra está em curso e deverá ser concluída até 31 de dezembro e, em janeiro, iniciam as operações do monotrilho. Além disso, essa revitalização vai trazer também mais movimento no comércio varejista e vai impactar na geração de novos empregos na região", disse Doria.

Para finalizar as estações, o Metrô precisou relicitar as obras, após rescindir o contrato com a empreiteira Azevedo & Travassos e aplicar multas de mais de R$ 7 milhões por abandono dos serviços. A nova empresa contratada é a Ster Engenharia, no valor de R$ 47,5 milhões, que também vai concluir a implantação da ciclovia e do paisagismo sob o traçado do monotrilho.

Quando a linha estiver completa até Jardim Colonial deverá atender mais de 400 mil passageiros por dia. Serão 15,3 quilômetros e 11 estações, com integração à Linha 2-Verde do Metrô, na Estação Vila Prudente, e três terminais de ônibus - Vila Prudente, Sapopemba (da SPTrans) e o terminal São Mateus do Corredor Metropolitano ABD (São Mateus/Jabaquara), gerenciado pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU-SP).

O investimento total para a construção da Linha 15-Prata, que interliga a Vila Prudente ao Jardim Colonial, é de R$ 5,2 bilhões. (GSP)

Tops da Gazeta