últimas notícias

Travestis roubam pedestres no Butantã

Moradores da rua Catequese, no bairro Butantã, na zona oeste de São Paulo, foram surpreendidos na noite de 11 de abril por gritos de socorro. Alguns deles, que correram para entender o que estava acontecendo e prestar auxílio, encontraram um homem caído na via pública, ensanguentado. Um jovem de 27 anos, que não teve a identidade revelada, dizia ter sido roubado e esfaqueado por um grupo de travestis.

Policiais militares foram até o local e prestaram os primeiros socorros à vítima, que foi encaminhada ao hospital. O estado de saúde dela também não foi informado.

Apesar de ser um episódio mais grave da violência, moradores da região afirmam que este caso não é isolado e é apenas um exemplo da onda de violência que vem atingindo o local, deixando moradores e frequentadores do entorno com medo.

Segundo eles, apesar de ser comum há muitos anos a prática de prostituição nas imediações, a situação ficou mais crítica desde que um grupo de travestis passou a atuar no bairro.

"Elas chegam sempre juntas e não estão interessadas em fazer programas, mas sim em roubar", diz um morador que preferiu não de identificar à reportagem.

O homem afirma ainda que por um tempo os principais alvos do bando eram clientes que paravam na via interessados nos programas de prostituição. Agora, no entanto, os criminosos estão fazendo novas vítimas, como pedestres ou motoristas que passam pela região na ida ou volta do trabalho. (FP)

Tops da Gazeta