últimas notícias

Por greve, ônibus podem parar dia 14

Os ônibus da capital paulista não deverão circular a partir da 0h do próximo dia 14 (sexta-feira), data em que ocorre a greve geral contra a reforma da Previdência.

A informação foi confirmada pelo deputado Valdevan Noventa (PSC-SE), presidente do Sindicato dos Motoristas de São Paulo. "Não será por uma pauta específica da categoria, mas pela reforma, que atinge todos os trabalhadores de transporte em geral", afirmou o sindicalista.

Em assembleia realizada na quinta-feira (6), os metroviários também decidiram aderir à paralisação, de acordo com a assessoria de imprensa da categoria, em nota oficial.

"Nos juntaremos a milhões de trabalhadores e estudantes na luta em defesa da educação, contra a retirada de direitos, o desemprego e a reforma da Previdência", disse a nota.

Ainda não se sabe, porém, quais linhas serão afetadas. Haverá assembleia nesta quinta-feira (13), às 18h30, no sindicato, para organização do movimento. (FP)

Tops da Gazeta