últimas notícias

Parada LGBT tem 18 detidos

A 23ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo terminou com 18 pessoas detidas, segundo balanço da Secretaria de Segurança Pública. O evento atraiu milhares de pessoas à avenida Paulista no domingo (23), e relembrou os 50 anos da revolta de Stonewall, marco do ativismo LGBT.

Segundo a SSP, os detidos foram presos, na maioria dos casos, por crimes de roubo e furto de celulares. As polícias Civil e Militar informaram que apreenderam com os suspeitos 14 celulares. Os aparelhos estão sob a guarda da Polícia Civil.

Pouco mais de 800 policiais militares e agentes da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância dos 3º, 4º e 78º DPs, além de um contingente da Equipe de Intervenção Estratégica, atuaram na Parada. (FP)

Tops da Gazeta