últimas notícias

Segurança da CPTM é agredido e cai na linha

Um segurança da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) foi agredido por vendedores ambulantes na tarde da última
quinta-feira, na estação Jardim Helena, na zona leste de São Paulo.

As imagens de câmeras de segurança mostram quando cinco vendedores ambulantes discutem com três seguranças da CPTM e ameaçam partir para a agressão. Pouco depois um dos ambulantes chuta com violência um dos seguranças, que cai sobre os trilhos. O trem havia acabado de sair da estação. Dois ambulantes foram para a delegacia e responderão por lesão corporal, ameaça e injúria.

OUTRO CASO.

Em 10 de agosto, o vigilante Salatiel Gomes da Silva, de 51 anos, morreu após ter sido agredido por vendedores ambulantes na estação Botujuru, da Linha 7-rubi, da CPTM, na cidade de Campo Limpo Paulista, no Interior.

Silva e outro vigilantes estavam de serviço e teriam impedido a entrada de dois ambulantes que não queriam pagar passagem. Os homens chegaram a deixar a estação, mas voltaram com mais dois
colegas.

O bando agrediu Silva e o colega de 42 anos a pauladas e pedradas, de acordo com relato de testemunhas. Os criminosos fugiram em seguida. Com lesões graves, Silva foi inicialmente levado para o Hospital das Clínicas de Campo Limpo Paulista. Depois, precisou ser transferido para o Hospital São Vicente de Paula, em Jundiaí. O colega dele também foi socorrido com ferimentos e recebeu alta. (GSP)

Tops da Gazeta