últimas notícias
O motoboy Thiago de Jesus Dias, de 33 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) durante uma entrega em Perdizes
O motoboy Thiago de Jesus Dias, de 33 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) durante uma entrega em Perdizes
Foto: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Prefeitura diz que houve falha no atendimento do Samu

A Prefeitura de São Paulo concluiu que houve falha no atendimento do Samu ao motoboy que morreu após fazer uma entrega, na zona oeste da capital paulista, em julho. Thiago de Jesus Dias, de 33 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) durante uma entrega em Perdizes, chegou a ser socorrido pela cliente do aplicativo mas morreu no hospital dois dias depois.

Segundo a prefeitura, uma falha interna causou a demora no atendimento do Samu no socorro a Thiago. A investigação interna da Secretaria Municipal da Saúde aponta falhas graves de procedimento, e o resultado foi encaminhado para a Secretaria de Justiça, que vai analisar o caso.

A família da vítima acusa a prefeitura de omissão de socorro. Em fevereiro, 31 bases do Samu foram fechadas pela gestão Covas por insuficiência de profissionais. O prefeito Bruno Covas disse em entrevista à CBN que agora é preciso esperar a confirmação da negligência para solicitar as punições.
(GSP)

Tops da Gazeta