últimas notícias
Caso ocorreu na rua Luís de Oliveira, no bairro do Capão Redondo, zona sul da capital paulista
Caso ocorreu na rua Luís de Oliveira, no bairro do Capão Redondo, zona sul da capital paulista
Foto: Reprodução/TV Globo

Mulher que morreu eletrocutada fazia excursões religiosas

Maria Aparecida voltava para casa no Capão Redondo quando aproximou-se de um cabo de energia e tomou um choque

Uma mulher de 40 anos foi eletrocutada quando andava em uma calçada no Capão Redondo, zona sul de São Paulo, na noite de terça-feira. A morte aconteceu durante a forte chuva que atingiu a cidade.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, testemunhas afirmaram que Maria Aparecida Cardoso, conhecida como 'Cida da excursão' voltava para casa e ao passar pela rua Luís de Oliveira, por volta das 19h, aproximou-se de um cabo de energia elétrica que estava rompido e tomou um choque.

O resgate foi acionado, mas constatou que a vítima já estava morta. A perícia foi enviada ao local para apurar as circunstâncias do óbito. Vizinhos contam que a vítima era bem conhecida no bairro por promover excursões religiosas. Ela deixa o marido e duas filhas.

Procurada na manhã desta quarta-feira, a concessionária Enel Distribuição São Paulo não se manifestou sobre a ocorrência.

O caso foi registrado como morte suspeita no 47º Distrito Policial (Capão
Redondo).

CHUVAS.

O temporal que caiu sobre a região no fim da tarde de terça deixou toda a Grande São Paulo em estado de atenção, provocou alagamentos e fez alguns córregos ficarem próximos do transbordamento.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da prefeitura, a situação só foi normalizada às 20h20.

As chuvas também provocaram queda de energia. A Enel informou na terça que o fornecimento foi prejudicado em algumas ruas da Capital e da região
metropolitana.

"Nossas equipes estão trabalhando para restabelecer o fornecimento dos clientes afetados", declarou, em nota, a concessionária. (GSP)

Tops da Gazeta