últimas notícias
A festa será aberta a todos e ocorrerá na praça que carrega o mesmo nome do bairro
A festa será aberta a todos e ocorrerá na praça que carrega o mesmo nome do bairro
Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

Bairro da Liberdade comemora Ano-Novo ao meio-dia junto com o Japão

Maior reduto de imigrantes japoneses do país, o bairro vai festejar o Réveillon ao meio-dia, quando no Japão os relógios marcarão meia-noite

No coração da capital paulista, 2020 vai chegar bem mais cedo e de mãos dadas com um país do outro lado do mundo.

Se você pretende comemorar a chegada do próximo ano duas vezes nesta terça-feira (31) a dica é: esteja na Liberdade, bairro do centro de São Paulo.

Maior reduto de imigrantes japoneses do país, o bairro vai festejar o Réveillon ao meio-dia, quando no Japão os relógios marcarão meia-noite.

A festa será aberta a todos e ocorrerá na praça que carrega o mesmo nome do bairro e é de fácil acesso pela presença da estação do metrô Japão-Liberdade, da linha 1-azul.

A organização batizou o evento de "Festival do Bolinho da Prosperidade", que neste ano chega à 49ª edição.

Tudo gira entorno do bolinho, chamado de Moti. Feito à base de arroz cozido socado, a iguaria simboliza união e força para vencer o Ano-Novo.

"O homem que não se sacrifica não tem sucesso na vida. A socagem do arroz representa esse esforço", diz Hirofumi Ikesaki, presidente da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), a responsável pelo evento.

O quitute será distribuído aos participantes em saquinhos com duas unidades cada nas cores branca (paz) e vermelha (sucesso). Ao todo, serão 20 mil saquinhos.

A distribuição será feita a partir das 8h, mas esteja no local bem antes disso porque a fila que se forma para pegar o bolinho cresce rapidamente e sempre atinge as proximidades da Catedral da Sé.

Os participantes também poderão ver de perto o preparo do bolinho japonês num pilão de pedra que ficará à mostra na praça.

Dentro do objeto serão socados 60 kg de montigome (tipo de arroz usado para fazer o Moti). O ponto da receita é alcançado quando a massa fica uniforme e consistente.

Cheia de simbologia, a festa contará ainda com a distribuição de ao menos 3.000 tigelas de Ozooni, uma espécie de sopa de Moti cujo significado busca afastar os males e pedir prosperidade para o novo ano.

Uma cerimônia xintoísta comandada por um monge também será outro ponto alto do festival. Os participantes serão conduzidos a agradecer as conquistas obtidas em 2019 e pedirão bênçãos para o próximo ano.

As comemorações ocorrerão até as 13h. Em meio às atrações, está prevista a apresentação de um grupo de taikô (tambor).

Programação -  Festival do Bolinho da Prosperidade

 

Quando: 31.dez

 

8h - distribuição de 20 mil saquinhos de Moti

9h30 - cerimônia xintoísta

10h30 - demonstração do preparo do Moti

10h30 às 13h - distribuição da sopa Ozooni

Local: praça da Liberdade-Japão, centro

Comentários

Tops da Gazeta