últimas notícias
Vítima foi encontrada em uma agência do Bradesco, na rua 15 de Novembro, região central de SP
Vítima foi encontrada em uma agência do Bradesco, na rua 15 de Novembro, região central de SP
Foto: REPRODUÇÃO/GOOGLE STREET VIEW

Polícia investiga morte de morador de rua em SP

Homem foi encontrado em área de saques e pagamentos de agência bancária no centro

A Polícia Civil busca imagens de segurança e aguarda a conclusão de laudos para esclarecer as circunstâncias da morte de um suposto morador de rua encontrado carbonizado em uma agência bancária na rua 15 de Novembro, na região central de São Paulo, na tarde do último domingo (19).

Nesse dia, agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) foram informados por populares de que uma agência do Bradesco estava em chamas. Quando a equipe chegou ao local, por volta das 17h20, os guardas encontraram a vítima na área onde são feitos saques e pagamentos de contas com parte do corpo carbonizado. O homem estava sozinho no local. O Corpo de Bombeiros foi chamado e constatou o óbito.

De acordo com informações à reportagem, a vítima é morador de rua e usava o local para passar as noites.

O caso foi registrado como morte suspeita (sem causa evidente) pelo 8º Distrito Policial (Brás/Belém) e encaminhado ao 1º DP (Sé), responsável pela área. Não há previsão para a perícia ser finalizada.

Em outro caso recente, um morador de rua morreu após ter o corpo incendiado por outro homem na Mooca, na zona leste da Capital, em 5 de janeiro. A investigação ainda não foi concluída.

Tops da Gazeta