últimas notícias
Major Olímpio tentou chamar a atenção de Doria ao gritar palavras de ordem na chegada do evento
Major Olímpio tentou chamar a atenção de Doria ao gritar palavras de ordem na chegada do evento
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Major Olímpio e João Doria discutem em evento

O governador disse que o senador "quer fazendo campanha política, ideológica e sindical na hora errada"

Na manhã desta segunda-feira (16), o senador Major Olímpio e o governador de São Paulo, João Doria, trocaram insultos em um evento na sede do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE), na Barra Funda, zona oeste de São Paulo.

Major Olímpio tentou chamar a atenção de Doria ao gritar palavras de ordem na chegada do evento. De acordo com a versão do senador, o governador convocou policiais, que esperaram desde às 7h da manhã mas não foram atendidos. Incomodados com a espera, os policiais acionaram o parlamentar, que foi para a frente do DOPE com o Coronel Tadeu.

Participantes do evento gravaram diversos vídeos da discussão entre o senador e o governador do Estado. Após ser interceptado pelo senador, Doria tentou seguir a pé para o evento, chamando o parlamentar de “vagabundo”.

Após a pequena discussão, Major Olímpio foi colocado para fora pelos seguranças. “Ele começou a me dizer impropérios e, obviamente, protegido pela segurança, fez com que esses seguranças me colocassem para fora do evento. Lamentável, atitude covarde do governador João Dória”, disse o senador em um vídeo postado nas redes sociais.

A assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes divulgou uma nota em que o governador revelou estar “preocupado com a saúde dos brasileiros de São Paulo”, declarou também que o senador “deveria honrar o seu mandato e fazer o mesmo”.

O governador acrescentou ainda que “é um desrespeito ao povo de São Paulo um senador da República que vira as costas para o grave tema da saúde pública”.

Comentários

Tops da Gazeta