últimas notícias

Capital

O álcool em gel é considerado um dos produtos mais eficientes para a prevenção do coronavírus, causador da Covid-19
O álcool em gel é considerado um dos produtos mais eficientes para a prevenção do coronavírus, causador da Covid-19
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Polícia prende homem na zona leste que vendia gel de cabelo como se fosse álcool em gel

Caso aconteceu no Jardim Imperador, na zona leste da Capital; policiais também detiveram outro produtor clandestino na zona sul

Uma equipe da Polícia Civil deteve um homem nesta quarta-feira (25) no Jardim Imperador, na zona leste de São Paulo, por produzir e vender álcool em gel adulterado. O suspeito confessou aos agentes que o produto havia sido feito a partir de uma mistura de etanol com gel de cabelo e depois embalado em frascos. O suspeito foi preso.

De acordo com o governo de São Paulo, também nesta quarta 120 frascos de álcool em gel adulterado, já embalados e prontos para a venda, foram apreendidos no bairro Cidade Ipava, na zona sul da Capital. Um homem foi levado à delegacia, onde permanece preso.

O álcool em gel é considerado um dos produtos mais eficientes para a prevenção do coronavírus, causador da Covid-19.

O governo paulista também informou que as polícias Civil e Militar já prenderam nos últimos dias ao menos 32 pessoas que foram flagradas em diversas regiões do Estado comercializando medicamentos ou álcool em gel adulterado com promessa de combater o novo coronavírus. Mais de 4 mil recipientes com produtos falsificados foram apreendidos.

Comentários

Tops da Gazeta