últimas notícias

Capital

As estruturas do Pacaembu (foto) e do Anhembi custaram R$ 35 milhões na montagem e terão o trabalho de 2.550 profissionais
As estruturas do Pacaembu (foto) e do Anhembi custaram R$ 35 milhões na montagem e terão o trabalho de 2.550 profissionais
Foto: Edson Lopes Jr/Secom

Prefeitura finaliza obras de hospital de campanha no Pacaembu

As obras serão entregues nesta sexta-feira, às 15h, com a presença do prefeito e governador; início dos atendimentos está previsto para a próxima terça

As obras no hospital de campanha montado pela Prefeitura de São Paulo no estádio do Pacaembu, na zona oeste da Capital, vão ser entregues nesta sexta-feira, às 15h, com as presenças do prefeito Bruno Covas e do governador João Doria (ambos do PSDB). Ainda não há uma data definida para o início do atendimento aos pacientes, mas a previsão da gestão municipal é que as atividades já devam começar na próxima terça-feira (31). O espaço ficou pronto em exatamente uma semana.

A previsão é que 200 leitos sejam implementados no estádio do Pacaembu, que será adaptado para receber os pacientes. Outros 1.800 leitos serão montados no Complexo do Anhembi, na zona norte da cidade. Covas foi ao Anhembi na última quarta-feira para vistoriar a instalação do hospital de campanha no galpão do centro de eventos. A gestão municipal não descarta a possibilidade de abrir leitos em novos locais, em caso de necessidade.

O uso dessas dependências hospitalares será dedicado aos pacientes de baixa complexidade, para liberar os Hospitais e UTIs municipais aos pacientes considerados graves. Os espaços temporários, no entanto, não farão triagem de casos e só receberão pacientes encaminhados por hospitais ou unidades básicas de saúde  (UBSs) da prefeitura.

As estruturas do Pacaembu e do Anhembi custaram R$ 35 milhões na montagem e terão o trabalho de aproximadamente 2.550 profissionais de saúde.

Comentários

Tops da Gazeta