últimas notícias

Capital

Fachada do Hospital Israelita Albert Einstein
Fachada do Hospital Israelita Albert Einstein
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Hospitais de SP afastam funcionários com coronavírus

O Hospital Israelita Albert Einstein afastou 348 funcionários, o Hospital das Clínicas 125 funcionários e o Hospital Sírio-Libanês 104 funcionários

Nesta segunda-feira (30), o Hospital Israelita Albert Einstein informou que 348 funcionários testaram positivo para o novo coronavírus, treze dos funcionários estão internados. O hospital possui 15 mil colaboradores e os infectados representam 2% do total.

Em nota, o hospital informou que dos 348 funcionários, 169 são médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Ainda em nota, "o hospital registra o seu reconhecimento pela coragem, dedicação e sacrifício de todos os que estão na linha de frente do atendimento aos pacientes”.

HOSPITAL DAS CLÍNICAS.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo afastou 125 funcionários por coronavírus, entre os afastados, estão funcionários que confirmaram o diagnóstico e outros são suspeitos.

Entretanto, o Hospital não informou quantos funcionários estão internados.

HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS.

O Hospital Sírio-Libanês afastou 104 funcionários que testaram positivo para o novo coronavírus. A assessoria de imprensa do hospital informou que logo após apresentarem sintomas, os funcionários realizaram o teste e foram afastados de suas atividades.

Segundo informações do hospital, os funcionários afastados possuíam contato direto com pacientes. Entre os afastados estão funcionários da área de limpeza, recepção, manutenção e enfermaria.

Comentários

Tops da Gazeta