últimas notícias
Hospital de campanha construído no estádio do Pacaembu, na zona oeste da Capital
Hospital de campanha construído no estádio do Pacaembu, na zona oeste da Capital
Foto: Marcelo D. Sants/FramePhoto/Folhapress

Após negar, prefeitura fecha hospital de campanha do Pacaembu nesta segunda

Segundo a prefeitura, a evolução positiva da epidemia na cidade permitiu que o hospital fosse fechado neste momento

A Prefeitura de São Paulo vai fechar o hospital de campanha do Pacaembu, inaugurado em 6 de abril para atender exclusivamente às vítimas da Covid-19, nesta segunda-feira. A decisão vai contra uma informação da própria prefeitura de seis dias atrás, quando a Secretaria Municipal da Saúde chamou de “fake news” informações sobre o encerramento das atividades da unidade de saúde

Há menos de uma semana, em 23 de junho, a Gazeta entrou em contato com a Secretaria Municipal da Saúde para confirmar uma informação do “UOL” sobre o possível fechamento do hospital do Pacaembu. Na ocasião, a gestão negou que houvesse uma decisão sobre o fechamento naquele momento. “Lamentamos que nesse momento de pandemia a imprensa divulgue fake news”, escreveu a prefeitura, em nota.

SAIBA MAIS:

Prefeitura nega que fechará hospital de campanha do Pacaembu em 30 de junho

Agora, segundo a prefeitura, a evolução positiva da epidemia na cidade permitiu que o hospital fosse fechado neste momento. O contrato firmado com o Albert Einstein para a administração do hospital instalado dentro do estádio foi firmado em abril com duração de 120 dias, o que permitiria o funcionamento do hospital até o fim de julho.

De acordo com os boletins da prefeitura, neste domingo o Hospital de Campanha do Pacaembu tinha cinco internados, sendo 3 em enfermaria. Houve 1.217 altas ao total. O hospital de campanha do Anhembi tem 213 internados.

Comentários

Tops da Gazeta