últimas notícias
De acordo com a diretora da Anvisa, a data de validade dos lotes dos testes será prorrogada para 12 meses - como a validade original era de 8 meses, a prorrogação será de quatro meses a partir do prazo inicial
De acordo com a diretora da Anvisa, a data de validade dos lotes dos testes será prorrogada para 12 meses - como a validade original era de 8 meses, a prorrogação será de quatro meses a partir do prazo inicial
Foto: Divulgação/PMG

Prefeitura de SP testa até 5 familiares de contaminados pela Covid-19

A ação faz parte da parceria entre o governo e a prefeitura de SP para fazer testagens nos 14 bairros paulistanos com a situação mais crítica pela pandemia

A Prefeitura de São Paulo começou nesta terça-feira a testar até cinco familiares que moram na mesma casa dos pacientes que já tiveram Covid-19. A ideia da gestão municipal é saber quantos moradores já tiveram a doença e controlar o avanço do novo coronavírus.

A ação faz parte da parceria entre o governo e a prefeitura de São Paulo para fazer testagens nos 14 bairros paulistanos com a situação mais crítica pela pandemia. Os bairros são Brasilândia, Cachoeirinha e Jaçanã, na zona norte; Liberdade e Santa Cecília, no centro; Cidade Ademar, Jardim São Luís, Campo Limpo e Capão Redondo, na zona sul e; Parque São Lucas, Sapopemba, Itaim Paulista, Itaquera e Lajeado, na zona leste da Capital.

Leia mais:

“Nesses 14 distritos com maior incidência nós vamos fazer um trabalho de campo ainda mais presente com ações em cima de todas as pessoas que estiverem sintomáticas, todas que tiverem testado positivo com teste PCR, acompanhando a família dessas pessoas e fazendo pelo menos cinco testes em familiares que convivam com essa pessoa pra poder fazer o acompanhamento da disseminação do vírus na cidade”, explicou o prefeito Bruno Covas (PSDB).

Até agora, 1,2 milhão de moradores da cidade já tiveram a doença, segundo o inquérito sorológico da prefeitura. Este número representa 10% da população e é sete vezes a quantidade de casos confirmados oficialmente.

Comentários

Tops da Gazeta