últimas notícias
De acordo com a PF, as duas compras somam R$ 11,1 milhões e foram realizadas com recursos federais destinados ao combate do coronavírus
De acordo com a PF, as duas compras somam R$ 11,1 milhões e foram realizadas com recursos federais destinados ao combate do coronavírus
Foto: Reprodução/TV Globo

Polícia Federal cumpre mandados de operação contra desvios na Saúde de São Paulo

Investigação apura desvios em duas contratações emergenciais de aventais realizadas pela Autarquia Hospital Municipal da Prefeitura de São Paulo; serão cumpridos seis mandados de busca e apreensão na Capital

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (6), a Operação Nudus, que investiga desvios e fraude em contratos firmados na área da saúde pela Prefeitura de São Paulo durante a pandemia da Covid-19. Serão cumpridos seis mandados de busca e apreensão na Capital.

A investigação apura desvios em duas contratações emergenciais de aventais realizadas pela Autarquia Hospital Municipal da Prefeitura de São Paulo. De acordo com a PF, as duas compras somam R$ 11,1 milhões e foram realizadas com recursos federais destinados ao combate do coronavírus.

Há indícios de que o valor das contratações foi superior ao praticado, segundo as investigações. Os desvios foram identificados com o apoio do Tribunal de Contas da União (TCU).

De acordo com a assessoria da Polícia Federal, " foi identificada estreita ligação entre as empresas que participaram do processo, sendo que elas não tinham qualquer experiência ou capacidade técnica e operacional para a confecção de aventais médico-hospitalares".


Outra operação

Ainda nesta quinta-feira (6), a força tarefa da Lava Jato prendeu o secretário de estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, por suspeita de fraudes na Saúde.

A prisão integra a Operação Dardanários, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro e São Paulo.

Segundo a investigação, Baldy realizou atos suspeitos antes de assumir o cargo no governo de São Paulo. Ainda segundo a investigação, ele usou a influência dele para intermediar contratos e ganhar um percentual.

Comentários

Tops da Gazeta