últimas notícias
Pessoas em situação de rua na região central da Capital
Pessoas em situação de rua na região central da Capital
Foto: Jorge Araujo/Fotos Públicas

Prefeitura indica que ao menos 286 pessoas em situação de rua foram infectadas pela Covid-19

Das pessoas, 28 foram hospitalizadas e morreram; dados correspondem ao período de abril a julho de 2020

A capital paulista tem ao menos 286 pessoas em situação de rua infectadas pela Covid-19. Das pessoas, 28 foram hospitalizadas e morreram. Os dados são da Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e correspondem ao período de abril a julho deste ano.

De acordo com a prefeitura, as pessoas ficaram em isolamento em centros até a confirmação do exame. Além disso, um relatório da Secretaria Municipal de Saúde indica que 767 pessoas em situação de rua foram classificadas com suspeita da doença desde o início da pandemia.

Aumento

O último relatório sobre o número de sem-tetos na cidade de São Paulo foi divulgado no início deste ano e indicou que a população mudou de 15.905, em 2015, para 24.344 em 2019 - um aumento de 53%.

Hotel

Até maio deste ano, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), publicou três editais com até 500 vagas em
hotéis para acolher idosos em situação de rua durante a pandemia.

No entanto, as primeiras vagas receberam candidatos que não estavam aptos aos requisitos da prefeitura. No terceiro edital, nenhuma pessoa se interessou.

Em julho, após manifestações, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), abriu 100 vagas para idosos em hotéis do centro. As vagas foram disponibilizadas através de um acordo com os hotéis Windsor e Rimoli pelo período de três meses.

Segundo o Diário Oficial de 2 julho, o auxílio aos 100 idosos teve o valor de R$ 720 mil.
Outras 50 vagas foram oferecidas na rede Cipriani Hotéis, pelo valor de R$ 360 mil durante o mesmo período, segundo o Diário Oficial de 1 de agosto.

Comentários

Tops da Gazeta