últimas notícias
Filipe Sabará
Filipe Sabará
Foto: Divulgação

Após expulsão do Novo, Sabará diz que continua candidato à Prefeitura de SP

Pelas redes sociais, Sabará afirmou que vai continuar com a candidatura e disse que sofre perseguição de João Amoêdo, fundador do Novo

Nesta quarta-feira, o Partido Novo decidiu expulsar da legenda Filipe Sabará, candidato à Prefeitura de São Paulo. De acordo com a sigla, a decisão se deu após processo administrativo aberto pela Comissão de Ética Partidária por supostas inconsistências no seu currículo. Sabará havia sido escolhido para ser candidato à prefeitura após participar de uma espécie de “processo seletivo” do partido.

Pelas redes sociais, Sabará afirmou que vai continuar com a candidatura e disse que sofre perseguição de João Amoêdo, fundador do Novo, por elogiar medidas do governo federal.

“Por ter elogiado algumas medidas do Presidente Bolsonaro e boas ações do gov. federal, a tal da CEP (comissão de ética do Partido) ligada ao Amoedo, criou situações e ‘aceitou’ denúncias (TODAS FALSAS) para me expulsar”, escreveu o candidato pelo Twitter. A Gazeta manteve a grafia original.

“Infelizmente o Partido NOVO tem um fundador, e ‘ex’ Presidente que se considera ser seu dono’. João Amoedo, continua mandando no Diretório Nacional do Partido e na suposta ‘Comissão de Ética’ e não respeita opiniões diversas e nem mesmo a lei”, disse. Ele também afirmou que já ganhou na Justiça o direito de continuar com a candidatura.

A decisão da expulsão foi comunicada pelo Diretório Nacional do Novo em documento enviado a filiados. "Filipe Sabará está oficialmente expulso e não pertence mais ao quadro de filiados do Novo", diz o texto.

 

Comentários

Tops da Gazeta