últimas notícias
Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) disputam a prefeitura de São Paulo
Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) disputam a prefeitura de São Paulo
Foto: REPRODUÇÃO

Covas ou Boulos: paulistanos escolhem novo prefeito neste domingo

Apesar de ambos os lados subirem o tom por algumas vezes, este segundo turno em São Paulo se destacou pelo clima respeitoso entre os adversários

Neste domingo, a cidade de São Paulo vai escolher o prefeito que comandará a maior cidade do País até o fim de 2024. A escolha será entre o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL), professor e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

As pesquisas mostram que o tucano é o favorito. De acordo com o levantamento do Datafolha divulgado neste sábado, Covas tem 55% dos votos válidos na Capital, e Boulos aparece com 45%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Já o Ibope, em pesquisa também divulgada neste sábado, mostra vantagem ainda maior para o tucano entre os votos válidos: 57% a 43%. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Apesar de ambos os lados subirem o tom por algumas vezes, este segundo turno em São Paulo se destacou pelo clima respeitoso entre os adversários. Não foram vistas cenas de acusações violentas e episódios de fake news semelhantes aos ocorridos em 2018 em âmbito nacional.

Na última sexta-feira, o psolista foi diagnosticado com Covid-19, o que impediu o tradicional debate da “TV Globo” na sexta que antecede a votação. Boulos cumpre quarentena e não sairá para votar. Já Covas, que já teve a doença e está curado, votará normalmente.

Transporte.

O transporte público sofrerá alterações na Capital neste domingo por causa das eleições. O Metrô adotará estratégias diferenciadas de operação nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata. Serão três composições a mais nas linhas 1-Azul e 3-Vermelha, passando de 14 para 17 trens. Já na Linha 2-Verde, a frota passa de 9 para 11, enquanto a Linha 15-Prata contará com 7 trens, um a mais que no domingo comum.

Na CPTM, as linhas vão funcionar com intervalo de 15 minutos entre os trens. A SPTrans vai reforçar a frota de ônibus para 65% em relação a um domingo normal, com mais viagens ao longo de todo o dia.

 

Comentários

Tops da Gazeta