últimas notícias
Cemitério da Vila Formosa, na zona leste da Capital
Cemitério da Vila Formosa, na zona leste da Capital
Foto: Cemiterio Vila Formosa

SP tem quase 200 mortes por Covid em 24h

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, as taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 59,7% na Grande São Paulo e 52,7% no Estado

O Estado de São Paulo registrou nesta terça-feira (1º) 42.290 mortes e 1.250.590 casos confirmados do novo coronavírus, o que representa 195 novas vítimas fatais em relação ao dia anterior. O número de mortes no período não significa que, necessariamente, essas pessoas morreram nesse tempo, mas que houve o registro do óbito pelo governo do Estado.

São Paulo chegou a apresentar por mais de 100 dias média móvel de mortes acima de 200. A queda de óbitos se intensificou em setembro, e agora há a expectativa do anúncio oficial da segunda onda da doença, com o aumento de ocupação de leitos de UTI há algumas semanas.

Macaque in the trees
Arte: Gazeta de S.Paulo

No início da tarde de segunda-feira (30), o governador João Doria (PSDB) anunciou que o estado de São Paulo inteiro recuaria para a fase amarela do Plano São Paulo. "Com o claro aumento da instabilidade da pandemia, o governo do estado de São Paulo e o centro de contingência da Covid-19 decidiram que 100% do estado de São Paulo vai retornar para a fase amarela do Plano São Paulo", disse o tucano, impondo restrições maiores a bares, restaurantes e ao comércio em geral.

Segundo a secretaria estadual da Saúde, as taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 59,7% na Grande São Paulo e 52,7% no Estado. O número de pacientes internados é de 10.114, sendo 5.834 em enfermaria e 4.280 em unidades de terapia intensiva.

Entre as vítimas fatais estão 24.325 (57,5%) homens e 17.965 (42,5%) mulheres. Os óbitos permanecem concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,6% das mortes.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta